Criptomoedas são “a maior” bolha que Michael Burry já viu

LinkedIn

O famoso investidor e fundador da empresa de investimentos Scion Asset Management, Michael Burry, confirmou no Twitter que nunca vendeu criptomoedas a descoberto, apesar de afirmar que esta é a maior bolha que ele já observou.

Burry é mais conhecido por ser o primeiro investidor a prever e lucrar com a crise das hipotecas subprime dos EUA que ocorreu entre 2007 e 2010. Sua história está descrita em “The Big Short”, um livro de Michael Lewis sobre a crise das hipotecas, que foi transformado em um filme estrelado por Christian Bale.Burry tweetou no domingo:

“Nunca coloquei nenhuma criptomoeda a descoberto. Esta é minha terceira bolha, e a maior. […]”.

Em outubro, ele disse: “Acredito que as criptomoedas estão em uma bolha”. No entanto, ele esclareceu em uma entrevista à CNBC que não estava vendendo criptomoedas, apesar de tweetar sobre como vendê-las.

“Como você vendeu uma criptomoeda? Você precisa obter um empréstimo? Existe um desconto curto? A posição pode ser comprimida e paga? Em tais situações voláteis, tendo a achar que é melhor não operar a descoberto, mas estou pensando em voz alta aqui ”, escreveu ele.

Em junho, Burry alertou sobre “a mãe de todos os acidentes”. Ele descreveu na época: “Quando as criptomoedas caírem de trilhões, ou as ações memes caírem de dezenas de bilhões, as perdas da Main Street se aproximarão do tamanho dos países. A história não mudou. ”

o prevendo uma bolha devastadora. No início deste mês, o bilionário Stan Druckenmiller disse que tudo está em uma bolha. “Criptomoedas, ações de memes, arte, vinho, ações… Essa bolha está em tudo, em todos os ativos do planeta”, alertou.

Enquanto isso, o autor de Pai Rico, Pai Pobre, Robert Kiyosaki, alertou repetidamente sobre um acidente iminente. No final de outubro, ele previu que um crash gigante se aproximava, seguido por uma nova depressão. Ele recomenda que os investidores comprem ouro, prata e bitcoin.

Por João Victor

Deixe um comentário