EUA apreende R$ 1 bilhão em bitcoin e devolve a Sony

LinkedIn

O Departamento de Justiça dos EUA anunciou nesta segunda-feira (20) que conseguiu reaver uma quantia de 3.879 bitcoins, equivalente a 1 bilhão de reais. Este montante foi supostamente desviado da Sony por um ex-funcionário da empresa.

O suposto desvio teria acontecido em moeda fiduciária, dólar, e então convertido para bitcoin. O que chama atenção é que o montante inicial era de 154 milhões de dólares, porém após a conversão, este valor subiu para 180 milhões.

Agora o acusado, Rei Ishii, enfrentará seu julgamento no Japão por desvio de dinheiro. Já a Sony não lançou nenhuma nota sobre o caso, embora tenha trabalhado junto às autoridades.

FBI liderou investigações

Segundo relatório, a apreensão dos fundos só foi possível graças ao exímio trabalho do FBI, agência de investigação dos EUA, que com a ajuda do Citibank, da própria Sony e de autoridades japonesas, conseguiu não apenas rastrear as movimentações financeiras como também apreender a chave privada que dava acesso a tal fortuna.

“É nossa intenção devolver o dinheiro roubado à vítima desse roubo audacioso, e a ação de hoje nos ajuda a fazer isso,”

“Este caso é um exemplo de trabalho incrível de agentes do FBI e policiais japoneses, que se uniram para rastrear esse dinheiro virtual. Os criminosos devem tomar nota: você não pode confiar em ciptomoedas para ocultar seus ganhos ilícitos com as autoridades. Os Estados Unidos coordenam amplamente com seus parceiros internacionais para prevenir o crime e recuperar fundos roubados.”, afirmou Randy Grossman, procurador dos EUA

Visto a declaração acima, fica claro que as criptomoedas não são uma boa opção para criminosos, afinal todas as transações e saldos podem sem consultados de forma pública, bastando uma ligação entre o endereço e o dono dele.

Por hora Rei Ishii enfrentará julgamento no Japão, onde já foi acusado de desvio de dinheiro. Apesar disso, o Departamento de Justiça dos EUA não forneceu mais detalhes sobre a pena que ele precisará cumprir.

Governo americano está aprendendo bilhões em criptomoedas

A Receita Federal dos EUA informou que já aprendeu 3,5 bilhões de dólares (R$ 20 bilhões) em 2021 e o governo planeja aumentar este número no próximo ano. Deixando claro que está de olho na evolução do dinheiro.

Dentre os casos registrados estão alguns desvios, como o citado acima. O maior exemplo foi a recuperação de 69.000 BTC do caso da Silk Road, onde dois agentes do governo haviam desviado o montante, que não valia tanto em 2013, para seus próprios bolsos.

Além do FBI e da Receita Federal, a CIA — agência de inteligência dos EUA, também informou que está extremamente envolvida com criptomoedas. Ou seja, essa pressão fará com que menos criminosos vejam vantagens em usar criptomoedas.

Por Henrique Kalashnikov

Deixe um comentário