ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Vamos (VAMO3): lucro líquido recorde de R$ 117,7 milhões no 4T21, alta de 116,8%

LinkedIn

Vamos teve lucro líquido de R$ 117,7 milhões no quarto trimestre de 2021, mais que o dobro do registrado no mesmo período de 2020 e considerado recorde pela empresa. O lucro operacional também avançou mais de 100% e somou R$ 236,3 milhões.

A receita líquida foi de R$ 2,8 bilhões em 2021, avanço de 86,6% no comparativo anual.

Ebitda – juros, impostos, depreciação e amortização – ficou 69,4% superior ao 4T20, R$300,5 milhões no 4T21 e 64,3% maior em relação ao ano de 2020, com o total de R$1,05 bilhão em 2021. Além disso, a empresa apresentou sólida posição de caixa e aplicações financeiras de R$3,8 bilhões, suficiente para cobrir a dívida até 2027 e R$600 milhões em linhas compromissadas disponíveis (não sacadas).

A companhia encerrou o quarto trimestre de 2021 com uma frota total de 26.481, sendo 20.177 caminhões e implementos e 6.304 máquinas e equipamentos, representando um crescimento de 29,9% em relação ao 3T21 e de 75,0% em relação aos ativos do 4T20 (15.128). Em linha com nossa estratégia de mix de ativos com foco em caminhões, eles representam 76,2% da frota atual.

Em dezembro de 2021 nossa carteira de clientes estava representada por 690 clientes (vs 319 ao final de dezembro de 2020), estes divididos nos mais diversos setores da economia. Essa diversificação nos trouxe maior solidez e novas avenidas de crescimento com atuação em perfis distintos de clientes e setores que não atuávamos anteriormente.

A receita futura contratada, o chamado backlog, somou R$ 6,9 bilhões ao fim do trimestre, mais que o dobro do registrado no fim do ano imediatamente anterior.

O CAPEX contratado foi de R$ 600 milhões no 4T21, representando alta de 110,5% comparado ao 4T20. No ano de 2021 contratamos R$3,4 bilhões de CAPEX, 166,8% maior que o CAPEX de 2020.

No quarto trimestre de 2021 vendemos 343 caminhões e máquinas seminovos, atingindo uma receita líquida de R$ 34,6 milhões e uma margem bruta de 28,5%. No ano de 2021 foram vendidos 963 ativos gerando uma receita líquida de R$ 135,8 milhões e uma margem bruta de 27,5%, comparado a 6,3% em 2020. A melhora significativa na margem bruta de venda de ativos evidencia a transformação ocorrida no valor dos ativos

No quarto trimestre apuramos uma margem bruta de 28,5% na venda de seminovos. A melhora significativa na margem continua refletindo o aumento de preços que tivemos no mercado de seminovos em decorrência da alta de preços de caminhões e máquinas zero km nos últimos meses. É importante ressaltar que possuímos o valor de R$ 5,0 bilhões no balanço patrimonial de ativos imobilizados que estão locados para os nossos clientes e que terão um impacto extremamente positivo em relação ao valor contábil a medida que forem vendidos e nas reduções das taxas de depreciação que estamos fazendo ao longo dos contratos, uma vez que tem havido uma mudança de patamar nos preços de mercado desses ativos.

segmento de Concessionárias manteve trajetória de elevado crescimento com ganho de margens. A receita líquida cresceu 146,3% em 2021 em relação ao ano de 2020. Estamos estrategicamente posicionados na região do agronegócio que mais cresce e se desenvolve no país (centro-oeste) e contamos com ampla capilaridade geográfica no segmento de concessionárias de caminhões. Ambos os mercados (caminhões e máquinas agrícolas) estão com alta demanda e apresentando forte crescimento.

A dívida líquida encerrou em R$ 2,3 bilhões e alavancagem em 2,2x, mantendo um balanço sólido e preparado para o novo ciclo de crescimento.

Os resultados do Grupo Vamos (BOV:VAMO3) referentes suas operações do quarto trimestre de 2021 foram divulgados no dia 18/02/2022. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO

Ágora Investimentos

Os números operacionais da BRPR apresentaram evolução positiva no trimestre, embora não estejam em velocidade suficiente para compensar a pressão financeira – com dívida significativa e taxas de juros mais altas pesando nos resultados. Para o futuro, esperamos que a BRPR prossiga sua recuperação da crise do Covid-19 no 1S22 pelo lado operacional, sem falar no risco de M&A, que ainda consideramos uma possibilidade provável que seria um gerador de valor chave.

Ágora tem recomendação de compra com preço-alvo de R$ 12,50…

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente