ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for smarter Negocie de forma mais inteligente, não mais difícil: Libere seu potencial com nosso conjunto de ferramentas e discussões ao vivo.

IPCA subiu 0,60% em janeiro

LinkedIn

O índice de preços dos serviços no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou a alta a 0,60% em janeiro, ante alta de 0,44% em dezembro de 2022, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com a aceleração, a taxa acumulada em 12 meses até janeiro ficou em 7,80%, acima dos 7,58% verificados no fechamento de 2022.

Segundo Pedro Kislanov, gerente do IPCA do IBGE, seria preciso aguardar as próximas leituras do índice de serviços para avaliar melhor se há pressão de demanda nessa aceleração da inflação. O pesquisador lembrou que houve melhora no emprego e na renda na segunda metade do ano passado, inclusive com avanço do rendimento real, mas não está claro se esse aumento da renda será revertido em maior demanda por serviços.

Kislanov lembrou que a aceleração de janeiro no índice de serviços foi a primeira desde julho de 2022. Naquele mês, a inflação de serviços atingiu o pico do ano passado, com 8,87% no acumulado em 12 meses. De lá até dezembro, desacelerou mês a mês.

Além disso, Kislanov destacou que a aceleração de janeiro foi marcada pelos preços da taxa de condomínio, dos gastos com empregadas domésticas e dos serviços de comunicação, especialmente os últimos.

Mais do que os preços de serviços, os reajustes de tarifas administradas pesaram mais sobre a inflação de janeiro. O índice de monitorados do IPCA de janeiro registrou alta de 0,72%, ante o 0,27% registrado em dezembro de 2022.

Por isso, um aumento na demanda por serviços, a ponto de pressionar a inflação, “vai depender do contexto econômico” dos próximos meses, disse o pesquisador.

Informações Estado

Deixe um comentário