ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Ouro fecha em alta, favorecido pelo recuo dos juros dos Treasuries e após corte da produção da Opep+

LinkedIn

O contrato futuro mais líquido do ouro fechou em alta nesta segunda-feira, 3, favorecido pelo recuo dos juros dos Treasuries e após anúncio de corte da produção da Organização de Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+), que pode ter apoiado a compra de ativos mais seguros.

Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para junho fechou com ganho de 0,71%, a US$ 2.000,40 por onça-troy.

Na visão de Craig Erlam, da Oanda, o ouro foi valorizado por um dólar “ligeiramente” fraco, “com os comerciantes ainda aparentemente acreditando que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) pode ser forçado a cortar as taxas algumas vezes antes do final do ano”.

Já Edward Moya, também da Oanda, afirma que a decisão de corte de produção de petróleo pela Opep+ causou outro “choque nas perspectivas financeiras globais”.

Apesar de o metal precioso não ter subido inicialmente com a notícia, “parece que os traders estão percebendo que, no fim, nada de bom pode acontecer se os preços do petróleo continuarem subindo. A demanda por portos seguros parece ser elevada e isso deve ser uma boa notícia para o ouro”, acredita ele.

Segundo análise da DailyFX, na agenda ainda da segunda-feira, comentários de Lisa Cook, diretora do Fed, podem adicionar volatilidade ao mercado e “manter os comerciantes de ouro em alerta”.

Informações Estado

Deixe um comentário