ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Cruzeiro do Sul (CSED3): lucro líquido de R$ 12,1 milhões no 1T23, aumento de 10,2%

LinkedIn

A Cruzeiro do Sul registrou aumento de 10,2% no lucro líquido ajustado no primeiro trimestre de 2023 em relação a igual período do ano passado, saindo de R$ 11 milhões para R$ 12,1 milhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 163,4 milhões, alta anual de 14,3%. Isso levou a uma elevação da margem Ebitda ajustada de 0,5 p.p. (pontos percentuais), para 30,7%.

A receita líquida somou R$ 531,7 milhões no primeiro trimestre deste ano, crescimento de 12,3% na comparação com igual etapa de 2022, com reflexo do aumento da base de alunos consolidada.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 248,4 milhões no primeiro trimestre de 2023, um aumento de 5,3% na comparação com igual etapa de 2022. A margem bruta foi de 46,7% no 1T23, queda de 3,2 p.p. frente a margem do 1T22.

“A retração de margem bruta do período é reflexo principalmente do aumento dos custos com pessoal que foi impactada pelo dissídio do corpo docente, reajuste salarial de 3,6% em fev/23 e aumento do corpo técnico de preceptores dada a progressão dos cursos na área da saúde”, explica a empresa.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 51,4 milhões no primeiro trimestre de 2023, uma elevação de 9% sobre as perdas financeiras da mesma etapa de 2022.

Os investimentos no 1T23 foram de aproximadamente R$ 28,0 milhões, um aumento de 34,6% vs. 1T22 motivado pela retomada nos projetos de investimento em infraestrutura e tecnologia focada principalmente na evolução da experiência do aluno.

A geração de caixa operacional ajustada foi de R$ 166,3 milhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de 24,4% sobre o mesmo período do ano passado.

Em 31 de março de 2023, a dívida líquida da companhia era de R$ 575,8 milhões, um crescimento de 25,1% na comparação com a mesma etapa de 2022.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 1,0 vez em março/23, alta de 0,2 p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Os resultados da Cruzeiro do Sul (BOV:CSED3) referentes suas operações do primeiro trimestre de 2023 foram divulgados no dia 15/05/2023.
* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters e TC

Deixe um comentário