ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Mercados perdem o fôlego, à medida que o forte mês de novembro chega ao fim

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados da Ásia fecharam mistos nesta terça-feira, um dia depois que os principais índices da região terminaram o dia em território negativo.

O Kospi da Coreia do Sul subiu 1,05%, liderando os ganhos na região e terminando em 2.521,76 pontos.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 ganhou 0,39% e fechou em 7.015,20 pontos, antes da leitura de inflação de outubro na quarta-feira. As vendas no varejo na Austrália caíram em outubro, de acordo com dados oficiais do governo. Os números mostraram uma queda de 0,2% nas vendas no varejo no mês passado, após um ganho de 0,9% em setembro. Segundo um especialista, “os consumidores apertaram o botão de pausa em alguns gastos em outubro, provavelmente esperando para aproveitar os descontos durante os eventos de vendas da Black Friday em novembro”, disse o chefe do órgão de estatísticas. “Este é um padrão que vimos desenvolver nos últimos anos, à medida que as vendas da Black Friday crescem em popularidade”. As vendas no varejo em outubro também ficaram abaixo das expectativas de um aumento de 0,1%. As empresas de energia fecharam em queda, com o peso pesado Woodside caindo 1,6%, após recuo nos preços do petróleo Brent. Entre as mineradoras, BHP e Rio Tinto recuaram 0,2% cada.

No Japão, o Nikkei recuou 0,12% e fechou em 33.408,39 pontos.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,83%, em 17.383,50 pontos, também ampliando as perdas de segunda-feira, mas na China continental, os índices reverteram suas perdas. O Shanghai Composite subiu 0,23%, fechando em 3.038,55 pontos, enquanto o Shenzhen Component avançou 0,49%.

EUROPA: Os mercados europeus recuam na manhã de terça-feira, à medida que o sentimento fraco observado no início da semana pesa na região e fora dela.

O Stoxx 600 cai 0,3% no final do pregão matinal, com quase todos os setores no vermelho, à medida que a dinâmica constante que gradualmente impulsionou o melhor mês do índice desde janeiro estagnou.

O alemão DAX 30 cai 0,12% e o francês CAC 40 recua 0,54%.

Em Londres, o FTSE 100 cai 0,51%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American cai 0,9%, Antofagasta perde 1,2%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto recuam 0,7% e 1,2%, respectivamente. A petrolífera BP sobe 0,4%.

Segundo o Ifo, a disposição das empresas alemãs em contratar novos funcionários diminuiu ligeiramente em novembro. “As empresas alemãs estavam adiando o recrutamento com “base sólida para uma recuperação ainda não vista”, uma vez que continuam a sentir falta de novas encomendas. O instituto de pesquisas descobriu que as empresas transformadoras estavam contentando com menos empregados, especialmente nas indústrias com utilização intensiva de energia, enquanto as varejistas e as empresas de construção estavam ainda mais cautelosos. Os prestadores de serviços relataram um quadro mais positivo em termos de crescimento de número de funcionários.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam com cautela na manhã de terça-feira, à medida que o mês de novembro se aproxima ao fim.

O movimento seguem um dia de perdas em Wall Street. O Dow Jones caiu 0,16%, em 35.333,47 pontos, o S&P 500 tombou 0,20%, em 4.550,43 pontos, enquanto o Nasdaq Composite perdeu 0,07%, em 14.241,02 pontos. O modesto recuo de segunda-feira ocorre perto do final de um forte mês de negociações. O Dow e o S&P 500 estão a caminho de terminar o mês de novembro com alta de 6,9% e 8,5%, respectivamente. O Nasdaq sobe 10,8% em novembro.

Os investidores mantiveram suas atenções para as ações vinculadas às compras online durante o pregão da Cyber ​​​​Monday, com ações “compre agora, pague depois”. Shopify saltou quase 5%, enquanto a Amazon avançou 0,7%.

“No geral, as ações parecem estar em modo de pausa após fortes retornos em novembro e em antecipação às tendências de gastos nas férias”, disse um analista. “O cabo de guerra entre os touros e dos ursos permanece equilibrado e isso, em nossa opinião, sugere que a divisão do mercado talvez seja mais a norma do que a exceção”.

Enquanto isso, os investidores avaliam as perspectivas para a economia, enquanto aguardam vários relatórios econômicos agendados para esta semana que podem sinalizar as próximas decisões de política monetária da Federal Reserve. Os mercados esperam que o banco central tenha chegado ao fim do ciclo de alta das taxas de juro que começou no início de 2022, mas persistem questões sobre quanto tempo as taxas permanecerão elevadas e quando serão cortadas, à medida que persistem os receios de recessão.

Nos últimos meses, os responsáveis ​​da Fed vem indicando repetidamente que a política monetária permanecerá restritiva até que os objetivos políticos sejam alcançados e não forneceram sinais de quando poderão ser anunciados cortes nas taxas.

Dados recentes sugerem que as taxas mais elevadas estão tendo o efeito desejado e a inflação está começando a esfriar, embora permaneça acima do objetivo de 2% da Fed. A última leitura do índice de preços no consumidor refletiu um aumento de 3,2% em Outubro.

Novas informações sobre a inflação são esperadas na quinta-feira por meio do índice de preços de despesas de consumo pessoal, um dado importante para o Fed.

Na agenda econômica de hoje, são esperados os preços da habitação e a confiança do consumidor.

Os investidores também acompanharão uma lista de autoridades do Federal Reserve que farão comentários ao longo do dia. Esses palestrantes incluem o presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, que deve falar às 12h00, bem como os governadores do Fed, Christopher Waller, às 12h05, Michelle Bowman, às 12h45, enquanto Michael Barr discursará às 15h05 e 17h30.

CRIPTOMOEDAS:
Btcoin: -0,87% em US $ 37.070,10
thereum: -0,29% em US $ 2.017,18

ÍNDICES FUTUROS – 7h40:
Dow: -0,01%
S&P 500: -0,02%
NASDAQ: -0,07%

COMMODITIES:
MinFe Dailan: -2,61%
Bent: +0,98%
WTI: +1,07%
Soja: +0,54%
Ouro: +0,05%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br