ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Com futuros dos EUA em alta, o S&P 500 caminha para novo recorde na segunda-feira

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados da Ásia fecharam sem direção na segunda-feira depois que a China manteve inalteradas as suas taxas preferenciais de empréstimos de um e cinco anos em 3,45% e 4,2%, respectivamente, como esperado.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 2,27%, em 14.961,18 pontos, liderado pelas ações do setor imobiliário muito dependente da taxas de emprestimos do Banco Popular da China. O índice CSI 300 da China, que agrupa as maiores empresas listadas em Shanghai e Shenzhen, terminou em baixa de 1,56%, em 3.218,90 pontos.

O Nikkei atingiu uma alta de quase 34 anos para terminar 1,62% mais alto, em 36.546,95 pontos. O Banco do Japão iniciou hoje a sua reunião de política monetária de dois dias e anunciará a sua decisão na terça-feira. Espera-se também a divulgação os dados da balança comercial de dezembro na terça-feira e os números da inflação de janeiro para Tóquio na sexta-feira.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 terminou 0,75% mais alto, em 7.476,60 pontos, começando a semana com uma nota positiva, ampliando os ganhos de sexta-feira. As mineradoras caíram, apesar dos pesos-pesados do minério de ferro BHP, Rio Tinto e Fortescue fecharem no verde. Prejudicando o desempenho do setor, houve uma série de alertas de mineradoras sobre condições desafiadoras e queda nos preços das commodities. Mineral Resources despencou 9,6%, Pilbara Minerals recuou 4% e South32 perdeu 2,8%. As produtoras de petróleo Santos e Woodside Energy fecharam em alta de 0,3% e 0,7%, respectivamente.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,34% para fechar em 2.464,35 pontos. A Coreia do Sul também divulgará os números do produto interno bruto para o quarto trimestre de 2023 na quarta-feira.

EUROPA: Os mercados europeus iniciam a nova semana de negociações em território positivo na segunda-feira, com os investidores regionais atentos aos dados preliminares de confiança do consumidor da zona euro para Janeiro.

O índice pan-europeu Stoxx 600 sobe 0,5% nas negociações do meio da manhã, com a grande maioria dos setores negociando em território positivo.

O alemão DAX 30 e o francês CAC 40 sobem 0,4% cada.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,1%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American cai 0,4%, Antofagasta recua 0,1%, enquanto entre as gigantes BHP e Rio Tinto tombam 0,3% e 1,4%, respectivamente. A petrolífera BP cai 0,5%.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA sobem na manhã desta segunda-feira, com os investidores buscando aproveitar a nova máxima histórica do S&P 500 registrado na sexta-feira.

Os investidores voltaram a compra ações na sexta-feira, depois de perder terreno no início da semana. O S&P 500 quebrou seu recorde intradiário e de fechamento de janeiro de 2022. O Dow Jones Industrial Average e o Nasdaq Composite também fecharam em alta, com todos os três principais índices agora no verde em 2024. Os ganhos de sexta-feira sinalizaram oficialmente que Wall Street está de fato em um mercado altista decorrente da baixa de outubro de 2022.

As ações do setor de tecnologia se destacaram entre os setores do S&P 500 na sexta-feira, ganhando 2,35% no dia e 4% na semana.

A força de Wall Street dependerá aparentemente de o banco central dos EUA conseguir ou não uma aterragem econômica suave. Os investidores esperam uma série de cortes nas taxas de juro de referência a partir de Março.

Dados da ferramenta FedWatch do CME Group divulgados na sexta-feira mostram que os investidores estão agora avaliando uma chance de cerca de 47% de um corte nas taxas do Fed em março, uma queda acentuada em relação aos 81% da semana anterior.

Os rendimentos do Tesouro dos EUA recuam na manhã de segunda-feira, enquanto os investidores se preparam para importantes dados econômicos num momento em que os mercados continuam a avaliar quando o Federal Reserve começará a cortar as taxas de juro, o que será um fator determinante da trajetória da economia e consequentemente dos mercados este ano.

Dois dados econômicos significativos estão na lista esta semana. O número preliminar do PIB do quarto trimestre está previsto para quinta-feira, enquanto o índice de preços PCE para dezembro do Departamento de Comércio, também observado de perto pelo Fed, será divulgado na sexta-feira.

Os economistas esperam que a economia tenha crescido 1,7% nos últimos três meses de 2023, a taxa mais lenta desde a queda de 0,6% registada no segundo trimestre de 2022. A previsão de consenso para os preços básicos do PCE, que excluem os componentes voláteis de alimentos e energia, é de crescimento de 0,2% para o mês e de 3% para o ano inteiro.

O presidente do Fed de Chicago, Austan Goolsbee, disse na sexta-feira que os investidores deveriam estar atentos a esses dados ao tentar traçar a trajetória das taxas do Fed.

CRIPTOMOEDAS:
Bitcoin: -3,08% em US $ 40.493,10
Ethereum: -4,26% em US $ 2.374,50

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: +0,10%
S&P 500: +0,25%
NASDAQ: +0,46%

COMMODITIES:
MinFe: +0,53%
Bent: +0,24%
WTI: +0,28%
Soja: -0,02%
Ouro: -0,26%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Deixe um comentário