ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for discussion Cadastre-se para interagir em nossos fóruns de ativos e discutir com investidores ideias semelhantes.

Futuros dos EUA buscam recuperação. Bitcoin sobem para níveis vistos em novembro de 2021

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de cinco minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: Os mercados da Ásia negociaram mistos nesta terça-feira, após uma pausa na recuperação de Wall Street na segunda-feira, à medida que seus principais índices recuavam de recentes recordes obtidos na semana passada.

O Nikkei do Japão negociou em alta de 0,17% e fechou em 39.275,00 pontos após renovar seu recorde na sessão anterior.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 avançou 0,13%, fechando em 7.663,00 pontos, com seis dos 11 setores sendo negociados em alta. A Woodside subiu 0,9%, mesmo depois de a gigante do petróleo e da energia ter relatado uma queda de 74% no lucro anual, à medida que os preços globais dos combustíveis fósseis recuavam das máximas históricas. A queda nos lucros foi menor do que o previsto. A rival Santos caiu 0,6%. Entre as mineradoras, BHP subiu 0,2%, Rio Tinto avançou 0,6%, mas Fortescue perdeu 0,6%.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,83% para terminar em 2.625,05 pontos.

O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 0,94% e fechou em 16.790,80 pontos, enquanto na China continental, o índice CSI 300, que agrupa as maiores empresas listadas em Shanghai e Shenzhen, foi negociado em alta de 1,2%, fechando em 3.494,79 pontos.

Os principais dados econômicos desta semana incluem o índice de gestores de compras de manufatura da China e os dados do índice de preços de despesas de consumo pessoal dos EUA, que é a leitura de inflação preferida do Federal Reserve.

EUROPA: Os mercados europeus estavam mistos na manhã de terça-feira após um movimento global de baixa na sessão anterior.

O índice Stoxx 600 abriu estável e sobe 0,2% no meio da sessão matinal, liderado pelas ações de mineração, enquanto as ações de mídia caíam.

O alemão DAX 30 sobe 0,5% e o CAC 40 da França cai 0,1%.

Em Londres, o FTSE 100 sobe 0,1%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American sobe 2,6%, Antofagasta avança 1,1%, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto operam em alta de 1,3% cada. A petrolífera BP sobe 0,3%.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA operam com ligeira alta ​​​​na manhã de terça-feira.

Esses movimentos seguem um dia de perdas em Wall Street que derrubou o Dow e S&P 500 dos níveis recordes registrados na semana passada. O Dow e o S&P 500 caíram 0,16% e 0,38%, respectivamente, enquanto o Nasdaq Composite caiu 0,13%.

Segunda-feira também foi marcado pelo primeiro dia em que a gigante do comércio eletrônico Amazon substituiu a Walgreens Boots Alliance como um dos 30 integrantes do índice de blue chip Dow.

Os rendimentos do Tesouro dos EUA caiam na manhã de terça-feira. Os rendimentos e os preços movem-se em direções opostas. Os investidores consideram o estado da economia ao olhar para os dados econômicos em busca de pistas sobre o seu desempenho face às taxas de juro mais elevadas e à inflação persistente.

Dados divulgados na segunda-feira mostraram que as vendas de casas novas aumentaram 1,5% em janeiro, menos do que a estimativa de 2,4%, uma vez que as taxas hipotecárias ainda estão elevadas.

Vários outros relatórios econômicos importantes estão programados para a semana, incluindo números atualizados do PIB na quarta-feira e o índice PCE de preços das despesas de consumo pessoal, que é uma medida de inflação fundamental para o Fed e será divulgado na quinta-feira.

Os responsáveis ​​da Fed afirmaram repetidamente que a sua tomada de decisões seria baseada em dados econômicos e estão procurando mais provas de que a inflação está aproximando do objetivo da meta de 2%. Os dados mais recentes sobre a inflação relativos a Janeiro, contudo, foram mais positivos do que o esperado, sugerindo aos investidores que a inflação poderá ser mais persistente do que o previsto.

As expectativas do mercado para o primeiro corte nas taxas mudaram de março para junho nas últimas semanas, na sequência de comentários de oradores da Fed e de divulgações de dados económicos.

Na agenda econômica de terça-feira, os pedidos de bens duráveis ​​para janeiro será divulgado às 10h30. Ainda na terça-feira, são esperados o relatório de preços de imóveis do S&P/Case-Shiller às 11h00, enquanto novos dados sobre a confiança do consumidor e o índice de manufatura de Richmond sairá às 12h00

Os investidores também estarão atentos aos relatórios de lucros dos varejistas Lowe’s e Macy’s antes do sino de abertura, seguido por Beyond Meat, Virgin Galactic e Rocket Lab depois que o mercado fechar.

CRIPTOMOEDAS: O Bitcoin atingiu seu nível mais alto desde novembro de 2021 na segunda-feira, à medida que os fundos negociados em bolsa que investem diretamente na criptomoeda atraem mais capital para o espaço, depois que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA aprovou 10 ETFs de Bitcoin pela primeira vez em janeiro.

Os investidores também estão ansiosos pelo chamado evento “halving”, que está previsto para acontecer em abril. O “halving” é um mecanismo escrito no algoritmo do blockchain para controlar o fornecimento de Bitcoin, que tem um limite de 21 milhões. No “halving”, a recompensa pela mineração de Bitcoins é reduzida pela metade, o que significa que os mineradores receberão 50% menos Bitcoins para verificar as transações.

As reduções estão programadas para acontecer a cada 210.000 blocos minerados, ou aproximadamente a cada quatro anos, até que o suprimento máximo de 21 milhões de Bitcoins seja liberado. Historicamente, o Bitcoin teve valorização de preço meses após o “halving”.

Segundo um analista, do ponto de vista técnico, o Bitcoin rompeu sua faixa de negociação lateral que está intacta desde 10 de fevereiro, “esse ganho de preço provavelmente deve atingir metas próximas a US$ 58,4 inicialmente com uma possibilidade de US$ 62 mil, que deve ser a última área real de resistência antes de um possível desafio às máximas anteriores”.

Bitcoin: +11,11% em US $ 56.583,60
Ethereum: +6,63% em US $ 3.258,44

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: +0,05%
S&P 500: +0,10%
NASDAQ: +0,18%

COMMODITIES:
MinFe: +1,24%
Bent: -0,18%
WTI: -0,10%
Soja: +0,91%
Ouro: +0,27%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Deixe um comentário