ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Goolsbee, do Fed: “Progresso substancial no longo prazo” na inflação

LinkedIn

O presidente do Federal Reserve Bank de Chicago, Austan Goolsbee, disse na quinta-feira que a economia dos Estados Unidos viu “progresso substancial no longo prazo” na inflação em 2023.

Participando num evento moderado de perguntas e respostas, Goolsbee observou que o declínio da inflação foi resultado da reparação da cadeia de abastecimento, alegando que o nível pré-COVID na cadeia de abastecimento foi alcançado. No entanto, ele enfatizou que “tudo o que aconteceu em 2023 acabou e você não deve esperar mais benefícios à medida que avança para 2024”.

Além disso, o banqueiro central disse que embora o relatório sobre despesas de consumo pessoal ( PCE ) mostre que o rendimento pessoal aumentou em Janeiro, é preciso ter cuidado ao tirar conclusões porque a qualquer momento os dados podem mudar de rumo.

Sobre as perspectivas para o próximo ano, Goolsbee afirma que não acha que a participação da força de trabalho ou os índices de cadeia de suprimentos teriam um aumento, então o benefício seria o que já está trabalhando no sistema. A esperança é que as lições sobre a política monetária sejam aprendidas e aplicadas.

Sobre os choques de suprimentos, ele afirma que as expectativas não podem ser criadas tão cedo. Quando voce tem um choque de suprimentos é um impacto na economia e na inflação particularmente não instantâneo. Ele acredita que o choque nos suprimentos foi fundamentalmente sobre um suprimento de empregos. A participação da força de trabalho está substancialmente maior do que esperado para esse momento, mas está abaixo do que estava antes da pandemia. É um mercado de trabalho apertado mas a forma de se pensar nisso não é como um choque de suprimentos, afirma. Todas essas condições não tiveram nada a ver com o Fed, a cadeia de suprimentos se curou sozinha, o suprimento de trabalho e a imigração também e a produtividade veio como uma mágica, complementou.

Outro fator que possibilitou que 2023 fosse um ano de ouro foi o aumento na produtividade, segundo Goolsbee. Até o início de 2023 não estava muito boa a produtividade, se essa fosse a tendência deveríamos ter nos acostumado com a decepção. No meio de 2023 a produtividade começa a subir e medidas sobre produção são extremamente barulhentas. Não só voltamos aos níveis de produtividade prépandemia como agora temos há quase um ano uma tendencia de crescimento muito mais rápida, defendeu.

Deixe um comentário