ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Todos as atenções se voltam para os dados de inflação dos EUA

LinkedIn

Bem-vindo à sua leitura matinal de três minutos de como os mercados estão reagindo ao redor do mundo nesta manhã.

ÁSIA: As bolsas da Ásia negociaram de forma mista na quinta-feira, último dia de fevereiro, enquanto os investidores aguardavam os dados da inflação dos EUA em busca de pistas sobre a trajetória das taxas de juros do Federal Reserve.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 0,16%, em 16.510,00 pontos. Hong Kong disse na quarta-feira que iria acabar com as restrições imobiliárias num esforço para impulsionar o seu setor imobiliário e prever um crescimento econômico entre 2,5% e 3,5% para 2024.

Na China continental, o Shanghai Composite fechou em alta de 1,94%, em 3.015,17 pontos e o Shenzhen Component avançou 3,13%, em 9.330,44 pontos, um dia antes da leitura do PMI do setor industrial.

O Nikkei do Japão fechou em alta de 0,03%, em 39.189,00 pontos. O Nikkei atingiu um recorde no início da semana.

O Kospi da Coreia do Sul caiu 0,37%, em 2.642,36 pontos.

Na Austrália, o S&P/ASX 200 subiu 0,50% para fechar em 7.698,70 pontos, depois que dados do governo mostraram que as vendas a varejo ficaram mais fracas do que o esperado em janeiro, aumentando o otimismo de que os cortes nas taxas de juro do Banco Central estão ganhando força na sua luta contra a inflação. O índice chegou a atingir um recorde intradiário de 7.703,8 pontos. Seu fechamento recorde foi de 7.699,40 pontos em 2 de fevereiro. A mineradora South32 subiu 4,61% depois de sinalizar um potencial acordo para vender o seu negócio de carvão em Illawarra. A BHP subiu 0,4%, Fortescue Metals avançou 0,1%, enquanto Rio Tinto avançou 1,1%. As empresas de petróleo Santos e Woodside Energy fecharam em alta de 0,7% e 0,9%, respectivamente.

EUROPA: Os mercados europeus sobem na manhã de quinta-feira, com os investidores aguardando os principais relatórios de inflação nos EUA e na Europa.

O índice Stoxx 600 opera estável na sessão matinal, continuando os movimentos moderados da semana, com setores mistos.

O alemão DAX 30 sobe 0,5% e o francês CAC 40 opera estável.

Em Londres, o FTSE 100 avança 0,2%. Entre as mineradoras listadas na LSE, Anglo American e Antofagasta sobem 0,5% cada, enquanto as gigantes BHP e Rio Tinto sobem 0,7% e 1,4%, respectivamente. A petrolífera BP cai 0,2%.

EUA: Os futuros dos índices de ações dos EUA caem enquanto Wall Street espera o indicador de inflação preferido do Federal Reserve.

Todos os principais índices caíram durante a sessão regular. O Dow recuou 0,06%, em 38.949,02 pontos, a terceira sessão consecutiva de baixa, enquanto o S&P 500 caiu 0,17% e fechou em 5.069,76 pontos. O Nasdaq Composite caiu 0,55%, em 15.947,74 pontos.

Wall Street aguarda ansiosamente a leitura sobre gastos pessoais do consumidor em janeiro às 10h30, que poderá fornecer pistas sobre as perspectivas para as taxas de juro. Os economistas esperam um ganho mensal de 0,3% e um movimento de 2,4% em relação ao ano anterior. Um resultado superior ao esperado pode ser prejudicial para as ações e ratificar o sentimento de que os recentes dados dos índices de preços ao consumidor e índices de preços ao produtor estão fortes.

A sessão de quinta-feira encerra as negociações do mês de fevereiro em outro mês positivo para os três principais índices, apesar de uma série de quedas que levantam questões sobre a sustentabilidade da recuperação impulsionada pela Inteligência Artificial. O Nasdaq lidera com um ganho de 5,2%. O S&P 500 saltou 4,6%, enquanto o Dow subiu 2,1%. Esses números marcam a primeira sequência de quatro meses de altas consecutivas do Dow desde maio de 2021.

A temporada de lucros corporativos está chegando ao fim, com resultados da Best Buy, Hewlett Packard Enterprises e Bath & Body Works no radar de quinta-feira.

Outros números econômicos importantes serão divulgados, incluem os pedidos semanais de seguro-desemprego às 10h30, dados do índice de gestores de compras de Chicago para fevereiro às 11h45 e o índice de vendas pendentes de casas para janeiro às 12h00.

O presidente do Federal Reserve de Nova York, John Williams, disse na quarta-feira que muitos progressos foram feitos na inflação, mas que mais trabalho precisava ser feito para atingir a meta de 2% do Fed. Os seus comentários refletiram o sentimento transmitido por vários responsáveis ​​da Fed nos últimos meses e semanas, que afirmaram repetidamente que a sua tomada de decisões seria baseada em dados e que ainda procuravam mais provas de uma queda sustentada da inflação antes de cortarem as taxas.

Entre as autoridades do Fed que discursará hoje, Raphael Bostic, presidente do Fed de Atlanta falará às 12h50 e Loretta Mester, presidente do Federal Reserve Bank de Cleveland discursará às 15h15. Mais tarde, durante a noite, o presidente e CEO do Federal Reserve Bank de Nova York, John Williams, deverá moderar uma discussão às 22h10.

CRIPTOMOEDAS:
Bitcoin: +5.27% em US $ 32.434,4
Ethereum: +3,32% em US $ 3.455,98

ÍNDICES FUTUROS – 7h30:
Dow: -0,31%
S&P 500: -0,18%
NASDAQ: -0,21%

COMMODITIES:
MinFe: -0,17%
Bent: +0,01%
WTI: +0,15%
Soja: -0,58%
Ouro: -0,08%

OBSERVAÇÃO: Este material é um trabalho voluntário, independente, resultado da compilação de dados divulgados em diversos sites da internet que são aqui resumidos de maneira didática para facilitar e agilizar a compreensão do leitor. O texto da sessão asiática está no tempo passado, enquanto a europeia e a americana estão no presente devido ao horário em que este relatório é redigido. Atentem-se para o horário de disponibilização dos dados. O texto não é indicação de compra, manutenção ou venda de ativos.

Deixe um comentário