ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Inflação desacelera em quatro das sete capitais componentes do IPC-S

LinkedIn

O IPC-S da segunda quadrissemana de maio de 2024 repetiu a taxa de variação apurada na última divulgação, quando havia sido de 0,45% e acumula alta de 3,23% nos últimos 12 meses. Quatro das sete capitais pesquisadas registraram decréscimo em suas taxas de variação.

O IPC-S da cidade de Belo Horizonte (IPC-S/Belo Horizonte) da segunda quadrissemana de maio de 2024 variou 0,53%1 e acumula alta de 4,91% nos últimos 12 meses. Nesta edição, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Alimentação e Comunicação, cujas taxas passaram de 0,05% para -0,37%, e de 0,95% para 0,62%, respectivamente.

O IPC-S da cidade de Brasília (IPC-S/Brasília) da segunda quadrissemana de maio de 2024 subiu 0,23%1 e acumula alta de 3,59% nos últimos 12 meses. Nesta edição, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram aceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Educação, Leitura e Recreação e Habitação, cujas taxas passaram de -0,94% para 0,32%, e de 0,23% para 0,50%, respectivamente.

O IPC-S da cidade de Porto Alegre (IPC-S/Porto Alegre) da segunda quadrissemana de maio de 2024 subiu 0,47%1 e acumula alta de 2,16% nos últimos 12 meses. Nesta edição, sete das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram aceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Educação, Leitura e Recreação e Transportes, cujas taxas passaram de -1,32% para -0,26%, e de 0,01% para 0,59%, respectivamente.

O IPC-S da cidade de Recife (IPC-S/Recife) da segunda quadrissemana de maio de 2024 variou 0,32%1 e acumula alta de 2,60% nos últimos 12 meses. Nesta edição, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Alimentação e Transportes, cujas taxas passaram de 1,38% para 0,94%, e de 0,86% para 0,53%, respectivamente.

O IPC-s da cidade de Rio de Janeiro (IPC-S/Rio de Janeiro) da segunda quadrissemana de maio de 2024 variou 0,40% 1 e acumula alta de 4,43% nos últimos 12 meses. Nesta edição, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Habitação e Vestuário, cujas taxas passaram de 1,44% para 0,90%, e de 0,79% para 0,30%, respectivamente.

O IPC-S da cidade de Salvador (IPC-S/Salvador) da segunda quadrissemana de maio de 2024 variou 0,47%1 e acumula alta de 3,30% nos últimos 12 meses. Nesta edição, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram desaceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Habitação e
Alimentarão cuias taxas naccaram de -0. 11% nara -0. 70% e de 1 22% nara 0 77% respectivamente.

O IPC-s da cidade de São Paulo (IPC-S/São Paulo) da segunda quadrissemana de maio de 2024 subiu 0,52%1 e acumula alta de 2,89% nos últimos 12 meses. Nesta edição, quatro das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram aceleração em suas taxas de variação, entre as quais se destacam os grupos: Vestuário e Habitação, cujas taxas passaram de 0,25% para 0,98%, e de 0,06% para 0,36%, respectivamente.

Deixe um comentário