Denúncia: Rombo bilionário na Petrobras

LinkedIn

A Petrobras (BOV:PETR4) confirmou que recebeu um email anônimo com denúncias à gestão da área de recursos humanos com potencial de realizar perdas bilionárias à companhia e já deu início a apuração de tais denúncias. A Petrobras possui um passivo potencial de R$ 162,09 bilhões em processos judiciais não provisionados, segundo o balanço apresentado nesta semana. Os de natureza trabalhista, dos quais fazem parte as denúncias, somam R$ 22,07 bilhões. A maior parte no entanto, R$ 114,32 bilhões, são disputas fiscais.

Outras notícias importantes do dia

• O prejuízo de R$ 34,8 bilhões da Petrobras (BOV:PETR4) foi o segundo maior da história para empresas de capital aberto no Brasil, segundo estudo da consultoria Economatica. O prejuízo de R$ 44 bilhões da Vale (BOV:VALE5) no ano passado ainda foi o maior.

• A Petrobras (BOV:PETR4) estima que encerrará o ano de 2016 com US$ 21 bilhões em caixa, queda de 19% em comparação a 2015, contanto com desinvestimentos de US$ 14 bilhões.

• Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, os nomes de Armínio Fraga e Henrique Meirelles, ambos ex-presidentes do BCB (Banco Central do Brasil), já são cotados para compor a equipe econômica de uma possível gestão de Michel Temer com o impedimento da presidente Dilma Rousseff.

• O Governo revisou sua previsão para a queda do PIB em 2016 para 3,05% e aumentou a previsão da inflação para 7,44% ao final do ano.

• O presidente do BCB (Banco Central do Brasil), Alexandre Tombini, afirmou que a autoridade monetária não tem um patamar para o Dólar (FX:USDBRL), dando o sinal para mais quedas para a moeda norte-americana segundo analistas.

• Após negar, a China afirma que agora estuda medidas de controle de capital de curto prazo para evitar especulações contra sua moeda e tentar estancar a queda nas reservas internacionais.

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 23-03-2016. Acesse a versão completa do Bom dia ADVFN por este link: Clique aqui.

Deixe um comentário