ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

IPA-10 fecha abril de 2016 com alta de 0,35%

LinkedIn

O Índice de Preços ao Produtor Amplo – 10 (IPA-10) registrou taxa de variação de 0,35% em abril de 2016, caracterizando desaceleração ante a valorização de 0,56% aferida no mês anterior. O IPA-10 é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com base nos preços de produtos agrícolas e industriais negociados no setor atacadista brasileiro, coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Os Bens Finais registraram taxa de variação de 0,77%, em abril, ante 1,45%, em março. O principal responsável por este movimento foi o subgrupo alimentos processados, cuja taxa passou de 0,70% para -0,29%. O índice relativo a Bens Finais (ex), calculado sem os subgrupos alimentos in natura e combustíveis, registrou variação de 0,21%. No mês anterior, a taxa de variação foi de 0,67%.
O índice do grupo Bens Intermediários registrou variação de -0,73%. No mês anterior, a taxa havia sido de -0,65%. Três dos cinco subgrupos apresentaram desaceleração, com destaque para materiais e componentes para a manufatura, cuja taxa de variação passou de -0,75% para -1,34%. O índice de Bens Intermediários (ex), obtido após a exclusão do subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, registrou variação de -0,79%. No mês anterior, este índice registrou variação de -0,47%.
O índice do grupo Matérias-Primas Brutas registrou variação de 1,15%. Em março, a taxa foi de 0,97%. Contribuíram para a aceleração do grupo os itens: minério de ferro (1,22% para 8,90%), laranja (8,58% para 15,33%) e soja (em grão) (-5,72% para -4,95%). Em sentido inverso, destacaram-se os itens: mandioca (aipim) (4,38% para -14,69%), bovinos (1,56% para -0,51%) e fumo (em folha) (6,76% para -0,66%).

Acompanhe aqui toda a evolução do Índice de Preços ao Produtor Amplo de abril, principal indicador da evolução dos preços no setor atacadista brasileiro calculado pelo Índice Geral de Preços (IGP)

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente

Delayed Upgrade Clock