Mesmo com IR, CDBs podem ter rentabilidade maior que LCIs

LinkedIn

Segue uma dica da economista Sandra Blanco.

Os CDBs são uma excelente opção em renda fixa para proteger o patrimônio e garantir ganhos futuros, no médio e longo prazos, mesmo em meio às incertezas e à crise econômica. A Órama está com a campanha de CDB do Banco Máxima, com taxa de 119% do CDI, rendimento líquido de mais de 1% ao mês e prazo de dois anos.

A taxa é superior às que são encontradas no mercado, mostrando-se mais rentável do que a poupança e até mesmo do que as aplicações isentas de cobrança de impostos, como as LCIs. Com valor mínimo de R$ 1 mil, as aplicações de CDBs podem ser feitas pelo site da empresa www.orama.com.br .

Vamos comparar a caderneta de poupança, com uma LCI e o CDB, supondo investimento inicial de R$ 10 mil, num prazo de 2 anos. Ao fim do período, o valor aplicado no CDB aumentou para R$ 13.171,05, enquanto numa LCI subiu para R$ 13.087,88 e, na poupança, para R$ 11.664. Esses valores já consideram a tributação de Imposto de Renda (IR).

Veja um exemplo:*

CapturadeTela2016-05-07às12.48.38

“A aplicação em CDB é segura porque, assim como a poupança e a LCI, é coberta pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Os CDBs servem para diversificar carteiras de investidores que estão priorizando o baixo risco sem, porém, abdicar dos ganhos”, afirma a consultora da Órama, Sandra Blanco.

Para maiores informações, visite o site da Órama.

Deixe um comentário