Vale e o rombo de R$ 155 bi da Samarco

LinkedIn

A ação civil pública que pede R$ 155 bilhões em indenizações em relação ao acidente com a barragem de rejeitos da mineradora Samarco, não foram determinados em função do acidente em si, mas através de uma comparação não fundamentada de derramamento de óleo no Golfo do México (Deepwater Horizon) segundo comunicado da Vale (BOV:VALE5), uma das donas da Samarco. A companhia informou que foi homologado em audiência de conciliação no Tribunal Regional Federal o acordo celebrado em 2 de março de 2016 entre Samarco seus acionistas, Vale e BHP Billiton (ASX:BHP), e autoridades federais e estaduais de Minas Gerais e Espirito Santo.

Outras notícias importantes do dia

• A agência de classificação de risco Fitch rebaixou a nota de crédito do Brasil em um nível, para BB, com perspectiva negativa, citando o conturbado momento político.

• Em entrevista ao Jornal Nacional, Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central e nome mais cotado para assumir o Ministério da Fazenda no governo Michel Temer, afirmou que o país precisa adotar metas e objetivos que sejam cumpridos para retomar a confiança.

• A Tesla Motors (NASDAQ:TSLA) anunciou um plano ambicioso para produzir 500 mil veículos elétricos por ano a partir de 2018, um crescimento de 900% em comparação com a produção do ano passado.

• A Gafisa (BOV:GFSA3) reverteu ganhos e registrou prejuízo consolidado de R$ 52,35 milhões no primeiro trimestre deste ano.

• A Lojas Americanas (BOV:LAME4) não conseguiu reverter perdas e registrou prejuízo consolidado de R$ 92,79 milhões no primeiro trimestre de 2016.

• O Magazine Luiza (BOV:MGLU3) registrou lucro consolidado de R$ 5,25 milhões no primeiro trimestre de 2015 (+84,2% em 12 meses).

• A CVC Brasil (BOV:CVCB3) registrou lucro consolidado de R$ 62,46 milhões no primeiro trimestre de 2015 (+19,4% em 12 meses).

• A Multiplus (BOV:MPLU3) registrou lucro líquido de R$ 127,04 milhões no primeiro trimestre de 2015 (+27% em 12 meses).

• A caderneta de poupança perdeu R$ 8,24 bilhões em abril, pior desempenho para o mês da série histórica do BCB (Banco Central do Brasil).

Esta notícia foi extraída do Bom Dia ADVFN, newsletter diária divulgada pela ADVFN Brasil, em 06-05-2016. Acesse a versão completa do Bom dia ADVFN por este link: Clique aqui.

Deixe um comentário