Call Matinal – 19/07 – ATIVA Investimentos

LinkedIn

Hoje temos mais um dia sem notícias, com mercados mundiais em leve declínio. Ontem o ambiente também era sem novidades, o que não impediu a bolsa de prosseguir no seu nono dia de alta, passando dos 56.400 pontos no maior patamar desde maio de 2015. O dia também foi pautado de notícias corporativas, como a proposta que a Equatorial deverá fazer para a Cemig pelo controle da Light, distribuidora de energia no Rio de Janeiro. O rali está relacionado com a melhora nas expectativas e na visibilidade política. O ciclo de divulgação de resultados do segundo trimestre vai começar em breve, e o consenso é de que os números não deverão corroborar o alto patamar da bolsa no momento.

Divulgada agora pouco a segunda prévia do IGP-M de julho, com alta de 0,32% contra alta de 0,55% na primeira prévia, revelando melhora na expectativa da casa para o número. A queda no IGP-M está sendo fortemente influenciada pelo câmbio valorizado, devido ao grande peso da componente do atacado no índice. A tendência no dólar se mantém por fatores externos e hoje o Bacen já anuncia mais 10 mil contratos de swap reverso para leilão esta manhã.

Na Alemanha o índice de expectativas Zew caiu para -6,8 pontos em julho, menor nível desde 2012. Já no Reino Unido o CPI de junho teve alta de 0,5%, mais alto que os 0,4% esperados. Na Ásia o desempenho foi de queda, exceto no Japão, após o feriado de ontem. Bolsas europeias seguem em declínio, futuros de índice em Nova York também negociam em baixa. O petróleo segue de lado, operando também em leve baixa. Destaque para os estoques da commodity que deverão ser divulgados mais tarde às 17h30 pela API nos Estados Unidos.

No cenário corporativo a italiana Fiat Chrysler está sob investigação nos Estados Unidos, acusada de ter inflado as vendas. Segundo a acusadora, uma concessionária do Illinois, a empresa recompensaria financeiramente as revendedoras que sobreavaliassem o número de automóveis vendidos no período. Com isto, as ações da companhia caem 3% na bolsa de Milão. No Brasil segue a briga entre a família Saraiva e o coreano Mu Hak You pela rede de livrarias, que acumula queda expressiva no preço das ações este ano. Hoje, em comunicado publicado na imprensa, a GWI afirma que a postura da família Saraiva se trata de abuso de controladores e que representa “um sério risco ao mercado de capitais”, se referindo à AGE convocada para semana que vem pela família visando retirar o coreano do conselho da empresa e sua indicada Ana Recart do conselho fiscal.

AGENDA

 

  • 08h00 FGV: IGP-M – Segunda prévia de julho
  • 08h00 FGV: IPC-S – 2ª quadrissemana de julho
  • 09h30 EUA: construção de moradias novas – Junho
  • 10h00 EUA/FMI: relatório de perspectivas econômicas
  • 17h30 EUA/API: estoques de petróleo bruto – Semana até 15 de julho

Acompanhe o mercado financeiro com os nossos analistas aqui na ADVFN ou no Blog da ATIVA Investimentos.

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Faça o login em ADVFN
Registrar agora

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br

V: D: 20230927 02:05:49