A importância do STOP

LinkedIn

Em uma operação de compra de ações, é muito importante perceber um bom momento para a entrada e também acompanhar o ativo armando uma retaguarda caso a queda continue.

Como sempre digo, ninguém tem completa certeza do que vai acontecer com a ação e por isso a importância de se proteger buscando limitar possíveis perdas.

Uma ação ao preço de R$ 20,00, que já esteve cotada a R$ 40,00, pode parecer uma boa oportunidade de ganho? Não! Movimentos passados não garantem rendimentos futuros.

O que você faria se a ação recentemente comprada (buy and hold) a R$ 20,00 estivesse hoje cotada a R$ 10,00? Não sei o que você faria, mas você teria a certeza de que o seu investimento se desvalorizou 50%!

O investidor que tem a intenção de comprar e vender ações diretamente na BOVESPA pelo site do banco (Home Broker) precisa ter em mente a importância de acionar o STOP como forma de se proteger de quedas insuportáveis como dei no exemplo acima.

No momento da compra, você não sabe se a ação vai começar a subir, então estipule um limite de perda, mantendo sempre a ordem de STOP acionada.

Exemplo:

Valor de compra: R$ 20,00

Limite de perda (como exemplo): (-5,00%)

*Você estipula o seu limite de perda tolerável. Neste caso, estipulei um limite de 5%

Após a compra, insira uma ordem de venda com STOP (duplo)

Valor de venda: R$ 28,00 (por exemplo 40% do valor da compra)

STOP duplo: R$19,00 e R$18,90

*STOP duplo é mais confiável, pois muitas vezes, o STOP simples não é pego e a queda continua.

Desta forma, se a ação continuar caindo, você será acionado no STOP, vendendo a ação a R$ 19,00 com limite de R$ 18,90 e sairá do risco. Pronto, você comprou a R$ 20,00, vendeu a R$ 19,00, perdeu R$ 1,00 e agora está preparado para nova entrada, mas com o seu limite de perda garantido.

Aí você me pergunta: Mas e se a ação pegar o meu STOP e voltar a subir?

E eu te respondo com outra pergunta: Mas e se a ação pegar o seu STOP e continuar caindo?

Muitas vezes, você será pego no STOP e a ação voltará a subir. Neste caso, pare de pensar que a ação esperou você ser pego no STOP para depois subir e prepare nova entrada acompanhando o ativo. Parta pra outra!

Mostrarei a seguir um bom exemplo com as ações da Petrobras (IBOV:PETR4);

PETR42ENTRADASCOMSTOPEGRANDEQUEDA

*Se a imagem estiver ilegível, abra em nova guia que aparece com melhor definição.

Neste exemplo acima (pelo gráfico diário), foram feitas duas entradas na compra de PETR4 (circulado em azul), com dois STOPs acionados (circulados em vermelho) e no final do gráfico, a cotação até aquele momento.

Vale lembrar que após esta grande queda, as ações da Petrobras continuaram caindo, chegando a serem cotadas na casa dos R$ 4,00 e hoje, a cotação na data deste post é de aproximadamente R$ 13,00!

Veja abaixo uma simulação das operações e as respectivas perdas. Uma com os STOPs acionados e outra sem o STOP (comprado em buy em hold) acreditando que em algum momento o ativo iria se recuperar;

PETR42ENTRADASCOMSTOPEGRANDEQUEDAPLANILHA

*Se a imagem estiver ilegível, abra em nova guia que aparece com melhor definição.

Nas duas entradas com STOP acionado, valor médio de compra de R$ 8.000,00, houve um prejuízo no investimento de aproximadamente R$ 600,00. Uma perda de aproximadamente 7,50%, porém tolerável.

Já no segundo caso de entrada na compra (buy na hold) e imaginando que seu estomago decidiu que a perda está insuportável e por isso você deve vender antes que caia mais (e isso realmente aconteceu), você resolve vender. Neste caso, com o mesmo valor médio de compra  de R$ 8.000,00, você teve um prejuízo no investimento de aproximadamente R$ 4.400,00. Uma perda de aproximadamente 55,00%.

Espero ter informado de forma clara a importância do STOP.

Boa sorte!

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES;

– Toda operação, começa com o Stop abaixo do valor de compra (ou acima do valor de venda em caso de operar vendido). Isto significa que toda operação começa com rentabilidade negativa.

– Por ser operação de alto risco, invista com consciência, não utilizando todo o seu recurso disponível.

– Os gráficos não preveem o futuro. Eles apenas mostram possíveis mudanças de tendência.

– Siga a estratégia com disciplina.

Contato: jose.prestrade@gmail.com

Deixe um comentário