BTG escala “seleção” defensiva de ações e retira BRF

LinkedIn
Apesar da aparente maior calma no cenário político este mês e dos sinais de melhora gradual da economia, a instabilidade política deve continuar a pressionar os ativos financeiros por algum tempo, avalia o BTG Pactual em um relatório enviado a clientes nesta segunda-feira (24).

“E, à medida que as discussões se movem para as eleições presidenciais de 2018, com um resultado altamente imprevisível, um cenário de volatilidade aguda parece persistir”, afirmam os analistas do banco.

Com isso, o BTG decidiu continuar com uma visão cautelosa para o país e manteve a posição abaixo da média do mercado para as ações brasileiras. Isso se traduz na escolha de apenas três ações na “seleção” de melhores papéis na América Latina.

A BRF foi substituída pela Multiplan e as ações da Equatorial e da Klabin foram mantidas.

BTG


 

https://www.linkedin.com/company/moneytimes

Deixe um comentário