Ações da Gerdau na Bolsa caem após anúncio de troca de comando

LinkedIn

Nas primeiras horas de pregão após o anúncio de que a família Gerdau deixará a diretoria executiva da empresa, as ações da Gerdau Metalúrgica aparecem como destaques negativos na Bolsa. No início da tarde desta quinta-feira (24/08), às 15h23, Gerdau Metalúrgica ON (BOV:GOAU3) caía 2,0%, a R$ 4,85, enquanto Gerdau Metalúrgica PN (BOV:GOUA4) perdia 1,20%, a R$ 5,72.

Em fato relevante ao mercado, a empresa revelou que, a partir de janeiro de 2018, André Bier Gerdau Johannpeter, o atual diretor-presidente (CEO), e os vice-presidentes executivos Claudio Johannpeter e Guilherme Gerdau Johannpeter passam a atuar somente no conselho de administração da Gerdau.

O cargo de CEO passará a ser ocupado por Gustavo Werneck da Cunha, atual diretor executivo da operação Brasil e que trabalha há 13 anos na companhia. A reação negativa se deve à frustração de investidores com a notícia da troca de comando. A expectativa era de que a empresa anunciasse sua migração para o segmento Novo Mercado da Bolsa, no qual companhias se submetem a regras mais rigorosas de transparência com o mercado e de governança corporativa.

Atualmente, a Gerdau está inserida no segmento chamado Nível 1, que exige o cumprimento de regras um pouco menos rigorosas. Embora a recepção inicial da notícia pelo mercado não seja boa, analistas acreditam que a mudança no comando executivo da empresa sinaliza que ela caminha para ter uma melhor estrutura de governança.

Na análise do Itaú BBA, trata-se de um passo na direção da “profissionalização”, que, por si só, não deve acarretar mudanças significativas na estratégia da companhia. Nessa mesma linha, analistas do BTG Pactual escreveram mais cedo que o anúncio feito nesta quinta-feira não é “transformacional” como seria a migração para o Novo Mercado, mas pode ser enxergado como um “primeiro passo”. “Acreditamos que há mais por vir”, diz a análise do banco de investimentos.

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário