Dólar tem maior cotação em quatro meses

LinkedIn

Dólar fechou este dia após feriado em alta, atingindo a maior cotação em quatro meses. O mercado está reagindo à nomeação do novo líder do Federal Reserve e aos resultados sobre manufatura e serviços norte-americanos, que foram mais fortes do que o esperado.

Histórico

Hoje, o dólar encerrou o dia com 1,32% de alta, cotado à R$ 3,3061 para compra e R$ 3,3071 para venda.

Após o 2º pregão do mês, a moeda valorizou 1,92%. Já se foi um fechamento positivo, contra um negativo. No último pregão de outubro, o dólar fechou cotado a R$ 3,2430 para compra e R$ 3,2438 para venda.

Em 2017, após 210 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 1,77%. São 101 pregões de alta contra 109 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

A divulgação dos dados do mercado dos Estados Unidos em outubro foi abaixo das expectativas dos especialistas, mas não impactaram as previsões de alta de juros no país em dezembro.

A criação de empregos fora o setor agrícola no mês passado atingiu a taxa mais alta desde julho de 2016, com 261 mil posto, mas os especialistas esperavam por 310 mil.

Ontem, o presidente Donald Trump indicou Jerome Powell para o próximo líder do Federal Reserve, o banco central americano, após a saída de Janet Yellen, que deve acontecer ano que vem. A expectativa é que Powell mantenha a postura cautelosa em relação à política monetário do país, adotada até então.

Deixe um comentário