Dólar volta a subir com temores sobre a Previdência

LinkedIn

dólar voltou a subir, uma vez que o mercado está ainda mais preocupado com a agenda econômica, após governo admitir que a Reforma da Previdência pode não sair do papel.

Histórico

A moeda fechou com 0,55% de alta, cotada a R$ 3,2763 para compra e R$ 3,2770 para venda.

Após 4 pregões do mês, a moeda valorizou 0,47%. Já se foram dois fechamento positivo, contra dois negativos. No último pregão de outubro, o dólar fechou cotado a R$ 3,2430 para compra e R$ 3,2438 para venda.

Em 2017, após 212 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 0,29%. São 102 pregões de alta contra 110 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

Noite passada, o presidente Michel Temer afirmou que: “vou insistir, vou me empenhar, mas concordo que, sozinho, o governo não tem condições de aprovar a reforma da Previdência”. Ele ressaltou que permanecerá empenhado em dar continuidade na reforma, mesmo que seja preciso passar apenas uma versão reduzida.

Por mais que a medida tenha a sua importância reafirmada por ministros, especialmente para ajudar o governo a fechar as contas em 2018, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também argumentou que é possível aprovar a reforma até o fim do ano, mas antes será necessário que o governo reúna a base e construa o apoio, uma vez que os deputados estão desgastados politicamente após as duas votações de denúncias contra Temer.

Deixe um comentário