Dólar continua subindo com temor de que Previdência não seja aprovada

LinkedIn

dólar subiu hoje, com o mercado se mostrando cada vez mais sensível às negociações do governo para tentar aprovar a Reforma da Previdência.

Histórico

A moeda teve alta de 0,25%, cotada a R$ 3,2940 para compra e R$ 3,2947 para venda.

Após 6 pregões no mês, a moeda valorizou 0,71%. Já se foram 3 pregões negativos, contra 3 positivos. No último pregão de novembro, o dólar fechou cotado a R$ 3,2708 para compra e R$ 3,2716 para venda

Em 2017, após 232 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 1,38%. São 111 pregões de alta contra 121 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

Segundo um levantamento do jornal O Estado de S. Paulo feito com 83% dos deputados federais, 212 disseram que votariam contra a Reforma da Previdência, o que significa que o governo não teria os 308 votos necessários para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

Ontem, o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, informou que a votação da Reforma começará no dia 18, dando mais uma semana para atrair parlamentares para o apoio da medida.

Já no contexto internacional, as importações chinesas cresceram bem acima do esperado, ficando em 17,7% em novembro, no comparativo com o mesmo período do ano passado. Isso é bastante positivo para países ligados a commodities, como o Brasil, e favorece o recuo do dólar ante o real.

Deixe um comentário