Bovespa segue ajustando e recua mais uma vez

LinkedIn

Ibovespa continuou com seu movimento de ajuste, após as altas recordes do começo do ano, fechando o dia em queda.

Histórico

O indicador caiu 0,84%, cotado a 78.200,57 pontos. As ações da CPFL Energia (CPFE3dispararam 5%, as da Kroton (KROT3) subiram 2,4% e as da Natura (NATU3) cresceram 1,1%.

Por outro lado, os ativos da Eletrobras ON (ELET3) e da Eletrobras PNB (ELET6) despencaram 4,2% e 4%, respectivamente. Os papéis da Ecorodovias (ECOR3) caíram 3,8% e os da Petrobras (PETR3) recuaram 1,9%.

Após 7 pregões em janeiro, o índice valorizou 2,35%. Já se foram 5 fechamentos positivos contra 2 negativo. Dezembro encerrou com 76.402,08 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 7 pregões, o Ibovespa subiu 2,35%. Já foram 5 fechamentos positivos contra 2 negativo. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

O noticiário esvaziado dá força para o movimento de reajuste da Bovespa, onde os investidores aproveitam para recolher os lucros provenientes das altas dos últimos dias.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,44% em dezembro, fazendo com que o ano acumulasse a inflação na casa dos 2,95%.

“Internamente, tivemos IPCA mais forte que esperado e o noticiário político-econômico não traz novidade fiscal nem de reformas. O que se fala é de corrida presidencial envolvendo figuras que deveriam estar só pensando na reforma”, escreveram os analistas da corretora Lerosa Investimentos em relatório a clientes.

Deixe um comentário