Dollar Week: moeda desvaloriza 0,85% nesta semana

LinkedIn

dólar desvalorizou 0,85% nesta semana. O mercado segue aguardando pelo julgamento em segunda instância do ex-presidente Lula, que acontecerá no próximo dia 24. A expectativa é que caso o pestista seja condenado, ele não possa participar das eleições de outubro como candidato à presidência. Assim, as chances de que a Reforma da Previdência e outras medidas fiscais, que tenham como objetivo o controle das contas públicas, continuem acontecendo se tornam maiores. Já na quinta-feira (11), a agência classificadora de risco Standard & Poor’s cortou o rating do Brasil para BB-, motivada pelo progresso lento de aprovações de medidas fiscais. Agora, o mercado espera que os políticos encarem esse rebaixamento como um sinal de aleta para a situação fiscal do país e que o Governo assuma o protagonismo para que a Reforma da Previdência avance no Congresso.

Ontem, a moeda teve queda de 0,38%, cotada a R$ 3,2049 para compra e R$ 3,2062 para venda.

Após 9 pregões no mês, a moeda desvalorizou 3,26%. Já se foram 7 pregões negativos, contra 2 positivo. No último pregão de dezembro, o dólar fechou cotado a R$3,3133  para compra e R$ 3,3144 para venda.

Em 2018, após 9 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 3,26%. Já se foi 2 pregões em alta, contra 7 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Resumo da semana

A semana começou (8) com o dólar tendo alta de 0,08%, cotado a R$ 3,2356 para compra e R$ 3,2363 para venda. Na terça-feira, ele subiu 0,31%, cotado a R$ 3,2457 para compra e R$ 3,2464 para venda.

No dia seguinte, a moeda teve queda de 0,56%, cotada a R$ 3,2275 para compra e R$ 3,2282 para venda. Na quinta-feira, houve outra redução de 0,30%, cotada a R$ 3,2178 para compra e R$ 3,2185 para venda.

Ontem, a moeda teve queda de 0,38%, cotada a R$ 3,2049 para compra e R$ 3,2062 para venda.

 

Deixe um comentário