Planner Corretora divulga sua carteira recomendada de fevereiro

LinkedIn

Para este mês, a corretora Planner manteve a sua expectativa de um mercado positivo, mas sem força. “O assunto sobre a reforma da Previdência que segue na pauta do governo, poderá dar um novo impulso ao mercado a partir desta semana”, diz o relatório. Para a corretora, a expectativa é que os números do 4T17 venham melhores do que os resultados do trimestre anterior.

A corretora fez algumas alterações em sua carteira em fevereiro, “aproveitando para uma realização de lucros em ações que tiveram forte valorização, ou que ficaram para trás da bolsa”. Ela optou por incluir as seguintes empresas: BB Seguridade (BBSE3),  Greendene (GRND3), Itaúsa (ITSA4), Kroton (KROT3), Multiplus (MPLU3e Tupy (TUPY3).

Por outro lado, a Planner decidiu retirar de sua carteira: Itaú Unibanco (ITUB4), M Dias Branco (MDIA3), Fleury (FLRY3), Multiplan (MULT3), Ser Educacional (SEER3), e a Telefônica Brasil (VIVT4).

A Planner conta que manteve a Brasken (BRKM5) em sua carteira por dois motivos: “Primeiro, a Brasken irá divulgar seus resultados do 4T17 no dia 26 de fevereiro e acreditamos que serão números positivos. Segundo, a questão de reorganização societária, colocado no mês anterior pode evoluir em fevereiro”.

A segunda empresa mantida foi a  ENGIE Brasil Energia (EGIE3), por conta “dos seus bons fundamentos, aliados a sua estratégia de crescimento com ampliação de rentabilidade e eficiência”.

ScreenShot2018-02-01at16.16.00

Deixe um comentário