Bom dia, Investidor! 01 de março de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

Os investidores aguardam hoje a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil ao final do ano passado para ajustar as apostas em relação à taxa básica de juros (Selic), um dia após os números sobre a economia dos Estados Unidos não terem trazido surpresas, o que manteve os renovados temores de juros mais altos na maior economia do mundo.

A economia brasileira cresceu em todos os quatro trimestres de 2017, sendo que nos últimos três meses do ano passado o ritmo de expansão deve ter ganhado força, com taxa de crescimento de 0,4%, após subir 0,1% no período anterior. Na comparação com o quarto trimestre de 2016, o PIB doméstico deve subir pela terceira vez seguida, em +2,5%.

Já no exterior, o destaque fica novamente com o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell. Depois de discursar em sessão na Câmara dos EUA, na terça-feira, Jay fala hoje, a partir das 12h, em audiência no Senado norte-americano, onde deve reiterar as impressões deixadas aos deputados ou reparar eventual mal entendido do que foi dito há dois dias.

Por enquanto, prevalece a percepção de que o Fed pode subir os juros nos EUA mais rapidamente do que o esperado em 2018. Ou seja, ao invés das três altas na taxa norte-americana, poderia haver quatro aumentos ao longo deste ano. Se Powell quiser mudar essa impressão, terá uma nova chance hoje, quando falar aos senadores.

Leia: Pré-Market: Hoje é dia de PIB

Destaques Corporativos

CCR (CCRO3) / Investigação – O Conselho de Administração da CCR aprovou a criação de um Comitê Independente para conduzir uma investigação das denúncias de envolvimento da empresa em casos de corrupção e que levaram a fortes quedas no preço da ação.

Cemig (CMIG4) / Venda de sobras de ações – A Cemig informou ao mercado que está avaliando alternativas para alienação da totalidade das sobras das ações não subscritas no âmbito do aumento de capital aprovado na Assembleia Geral Extraordinária, realizada em outubro do ano passado.

Ambev (ABEV3) / Resultados – A Ambev informou que durante o quarto trimestre de 2017, o seu lucro líquido ajustado foi de R$  R$ 4,506, representando uma alta de 23,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ecorodovias (ECOR3) / Resultados – O lucro líquido comparável da Ecodorovias no quarto trimestre de 2017 foi de R$ 97,2 milhões, aumento de 9,5% em relação ao 4T16.

Petrobras (PETR4) / Acordo – O Conselho da Petrobras aprovou os termos e as condições para o acordo extrajudicial com a Sete Brasil.

Recomendações de Ativos

Taesa (TAEE11): O banco Goldman Sachs optou por reduzir para “neutra” a recomendação do ativo; o preço-alvo foi cortado para R$ 25,50.

Ambev (ABEV3): O banco incluiu o ativo da Ambev em sua carteira Brazil Buy List e optou por remover o ativo da MRV.

BTG Pactual: Na carteira de Small Caps do mês de março, o banco recomenda os ativos da CVC (CVCB3), São Martinho (SMTO3), Minerva (BEEF3), Valid (VLID3), Iochpe Maxion (MYPK3). 

BB Investimentos: Para a carteira recomendada de março, o Banco do Brasil sugere a compra dos ativos da B3 (BVMF3), CSN (CSNA3), Eztec (EZTC3), Itaú Unibanco (ITUB4), Fibria (FIBR3), Gerdau (GGBR4), Magazine Luiza (MGLU3), Petrobras (PETR4), Vale (VALE3) e Lojas Americanas (LAME3). 

Notícias

PIB / IBGE – Segundo dados do IBGE, o Produto Interno Bruto brasileiro cresceu 1,0% no terceiro trimestre de 2017. Essa foi a primeira alta após dois anos consecutivos de retração.

Imposto de Renda / Prazo de entrega – O prazo de entrega para a declaração de imposto de renda começa nesta quinta-feira (1) e termina no dia 30 abril. O programa gerador já pode ser baixado no site da Receita.

Desemprego / Zona do Euro – De acordo com dados da Eurostat, o desemprego na zona do euro ficou em 8,6%, registrando o nível mais baixo em nove anos.

Cotação / Bitcoin – A principal criptomoeda amanheceu a quinta-feira (1) em alta. Com valorização de 2,26%, a moeda estava cotada a US$ 10.685,93.

Agenda Econômica

BRASIL
* A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulga às 8h os dados do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) referentes a fevereiro.

* O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre as contas nacionais e o Produto Interno Bruto (PIB) referentes ao 4T17. O Termômetro CMA aponta crescimento de 0,4% ante terceiro trimestre, de 2,5% ante o último trimestre de 2016 e de 1,1% em 2017.

* O Tesouro promove a partir das 11h leilão de venda de títulos LFT com vencimento em 1 de março de 2024.

* O Tesouro promove a partir das 11h leilão de venda de títulos LTN com vencimento em 1 de outubro de 2018, 1 de abril de 2020 e 1 de janeiro de 2022.

* O Tesouro promove a partir das 11h leilão de venda de títulos NTN-F com vencimento em 1 de janeiro de 2025 e 1 de janeiro de 2029.

* O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulga às 15h os dados da balança comercial de fevereiro.

ESTADOS UNIDOS

* Os pedidos de seguro-desemprego da semana encerrada no último sábado serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho. Na semana anterior, os pedidos caíram em 7 mil, para 222 mil. A previsão é de alta para 225 mil pedidos.

* Os dados sobre a renda e gastos pessoais de janeiro serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Comércio. Em dezembro, a renda subiu 0,4% ante novembro e os gastos cresceram 0,4%. Analistas esperam alta de 0,3% na renda e de 0,2% nos gastos pessoais.

* A leitura revisada do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade do setor industrial de fevereiro será publicada às 11h45 pelo IHS Markit. A versão anterior mostrou alta a 55,9 pontos, de 55,5 pontos em janeiro. O mercado prevê alta menor, para 55,8 pontos, na versão revisada.

* O índice de atividade industrial de fevereiro será publicado às 12h pelo ISM. Em janeiro, o índice caiu a 59,1 pontos, de 59,3 pontos em dezembro. Analistas esperam queda para 58,5 pontos em fevereiro.

* Os gastos com construção de janeiro serão publicados às 12h pelo Departamento do Comércio. Em dezembro, os gastos subiram 0,7% ante novembro. A previsão é de alta de 0,5% em janeiro.

* O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, dará depoimento sobre política monetária às 12h ao Comitê Bancário do Senado do país.

* As fabricantes de veículos divulgam, ao longo do dia, os resultados de suas vendas em fevereiro.

EUROPA E ÁSIA
* Coreia do Sul: a bolsa de Seul permanece fechada devido a um feriado.

* Alemanha: a leitura revisada do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial de fevereiro será publicada às 5h55 pelo instituto IHS Markit. Na versão preliminar, o PMI caiu de 61,1 pontos em janeiro para 60,3 pontos em fevereiro.

* Eurozona: a leitura revisada do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial de fevereiro será publicada às 6h pelo instituto IHS Markit. Na versão preliminar, o PMI caiu de 59,6 pontos em janeiro para 58,5 pontos em fevereiro.

* Reino Unido: o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial de fevereiro será publicado às 6h30 pelo instituto IHS Markit. Em janeiro, o PMI caiu de 56,2 pontos para 55,3 pontos.

* Reino Unido: a evolução da base monetária nos 12 meses até janeiro será publicada às 6h30 pelo Banco da Inglaterra. No ano encerrado em dezembro, a base subiu 3,7%.

* Eurozona: a taxa de desemprego de janeiro será publicada às 7h pela Eurostat. Em dezembro, a taxa ficou em 8,7%.

* Japão: a taxa de desemprego de janeiro será publicada às 20h30 pelo Ministério de Assuntos Internos e Comunicação. Em dezembro, a taxa foi de 2,8%.

* Japão: a evolução da base monetária nos 12 meses até fevereiro será publicada às 20h50 pelo Banco do Japão. No ano até janeiro, a base monetária cresceu 9,7%.

Deixe um comentário