Bovespa fecha praticamente estável, com leve alta no final do dia

LinkedIn

Ibovespa fechou o dia praticamente estável, com leve alta no final do pregão. Os investidores oscilaram entre as notícias internas e as movimentações das praças internacionais.

Histórico

O indicador subiu 0,03%, cotado a 85.377,79 pontos. As ações da Ecorodovias (ECOR3) despencaram 7,7%, as da CSN (CSNA3) caíram 4,3%, as da Petrobras PN (PETR4) e da Petrobras ON (PETR3) recuaram 2,2% e 1,7%, respectivamente, e as da Vale (VALE3) desvalorizaram 1,7%.

Por outro lado, os papéis da Gerdau (GGBR4) subiram 3,1%, os da Energias do Brasil (ENBR3) cresceram 2,4% e os da Marfrig (MRFG3) ganharam 2,4%.

Após 1 pregão em março, o índice subiu 0,03%. Já se foi 1 fechamento positivo contra nenhum negativo. Em fevereiro, o indicador fechou com  85.353,59 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 40 pregões, o Ibovespa subiu 11,75%. Já foram 26 fechamentos positivos contra 14 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

O mercado internacional ainda está reagindo ao discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, o banco central americano. Na sua declaração ontem, ele deixou em aberto mais uma alta nos juros do país.

Já no Brasil, os indicadores apontaram que a economia nacional ficou praticamente estagnada no quarto trimestre, com variação de 0,1% em relação aos três meses anteriores. Na comparação anual, o crescimento foi de 2,1% em relação ao 4T16.

“O PIB no Brasil… mostra o quanto a retomada econômica será gradual, porém com importantes dados de consumo das famílias em alta e estabilidade no PIB industrial, com melhora ao longo do ano e carrego positivo para 2018”, escreveram analistas da corretora Lerosa Investimentos, em relatório a clientes.

Deixe um comentário