Dólar mantém alta atento ao cenário nacional e internacional

LinkedIn

O dólar manteve a alta nesta terça-feira (2), em meio a cautela de uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a China e às véspera do julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está marcado para amanhã (4), no Supremo Tribunal Federal (STF).

Histórico 

A moeda teve alta de 0,77%, cotada a R$ 3,3374 para compra e R$ 3,3381 para venda.

Após 2 pregoes em abril, a moeda valorizou 1,15%. Não houve fechamento negativo apenas 2 positivos. Em março, a divisa americana fechou cotada a R$ 3,2994  para compra e R$ 3,3001 para venda.

Em 2018, após 62 pregões, o dólar apresenta uma valorização de 0,71%. Já se foram 32 pregões em alta, contra 30 em baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,3133 para compra e a R$ 3,3144 para venda.

Influências

No exterior, a cautela com as medidas comerciais tomadas pelos Estados Unidos e a China continuavam gerando preocupações ao mercado. A China notificou a Organização Mundial do Comércio (OMC), nesta terça-feira (3), de que está impondo tarifas retaliatórias de US$ 611,5 milhões sobre importações dos Estados Unidos equivalente a US$ 2,75 bilhões.

Já no Brasil, os investidores seguiram acompanhando o cenário interno a espera pelo julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), amanhã (4).

O Banco Central não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio, por ora. Em maio, vencem US$ 2,565 bilhões em swap cambial tradicional, equivalente à venda futura de dólares.

Deixe um comentário