IPCA sobe 0,09% em março, menor desde 1994; alta em 12 meses é de 2,68%

LinkedIn

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março variou 0,09%, bem abaixo do resultado de fevereiro (0,32%). O acumulado no ano foi de 0,70%.

Tanto a variação mensal quanto o acumulado no ano representaram o menor nível para um mês de março desde a implantação do Plano Real. O acumulado dos últimos doze meses caiu para 2,68%, depois de registrar 2,84% nos 12 meses imediatamente anteriores.

Em março de 2017, o IPCA havia atingido 0,25%, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A inflação ficou abaixo do esperado pelo mercado, de alta de 0,12%, e reforça a expectativa de queda nos juros básicos em maio de 6,5% para 6,25%.

Entre os nove grupos de produtos e serviços pesquisados, Transportes (-0,25%) e Comunicação (-0,33%) apresentaram deflação em março. Já os demais grupos vieram com alta variando de 0,05%.

No grupo dos Transportes, a deflação de 0,25% foi motivada pela queda nas passagens aéreas (-15,42%), que exerceram o impacto negativo mais intenso no índice do mês, -0,07 ponto percentual (p.p.).

Os combustíveis também apresentaram queda (-0,04%), com destaque para a gasolina (-0,19%) cujos preços variaram dos -4,69% na região metropolitana de Recife até os 2,59% registrados na de Fortaleza. Por outro lado, cabe destacar a alta de 0,74% no item ônibus urbano em razão dos reajustes em várias capitais.

 

Comentários

  1. Rogério diz:

    Favor corrigir o título …a variação foi de 0,09% e não 0,90%.

Deixe um comentário