ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for smarter Negocie de forma mais inteligente, não mais difícil: Libere seu potencial com nosso conjunto de ferramentas e discussões ao vivo.

Índices acionários dos EUA em queda em meio a Payroll abaixo do esperado

LinkedIn

As bolsas globais são negociadas sem uma direção definida. Na Ásia, os mercados encerraram os negócios com queda, com o Banco Popular da China enxugando a liquidez no sistema bancário durante a semana. Além disso, a cautela em relação ao payroll reinou nos mercados asiáticos; e as principais bolsas caíram com forte contribuição do setor financeiro e de commodities.

Na Europa, as bolsas têm uma leve alta, apesar dos indicadores econômicos PMI indicarem um enfraquecimento da economia da Zona do Euro em abril. Nos Estados Unidos, os índices futuros caem, com um Payroll decepcionante, abaixo do consenso do mercado.

A criação de empregos nos EUA foi de 164.000, abaixo da mediana estimada de 190.000. A criação foi modesta, mas acima do mês anterior (135.000). O ganho médio por hora trabalhada registrou um crescimento 0,1%, abaixo do crescimento anterior e do estimado (ambos de 0,2%).

A parte positiva na divulgação a queda na taxa de desemprego para níveis ainda menores, de 4,1% para 3,9%, renovando a mínima. No entanto, isso reflete a queda de 240.000 na força de trabalho americana, que fez com que a taxa de desemprego apresentasse uma queda.

 

 

No dia, os mercados ficarão atentos aos discursos de dirigentes do Fed como Quarles, Dudley, Williams, Bostic, George e Kaplan. Resultados de empresas nos EUA como Berkshire Hathaway, Alibaba, HSBC, BNP Paribas e Societe Generale também serão acompanhadas de perto. No mercado de petróleo, a contagem de plataformas nos EUA será divulgada às 14:00.

Brasil

No Brasil, a bolsa tem uma queda e o mercado de juros segue a tendência internacional (excluindo EUA e Reino Unido) de alta. O cenário corporativo e externo sobrepõe a agenda de indicadores econômicos, que tem um dia relativamente vazio.

Na divulgação do PMI composto, vimos novamente a atividade econômica nacional desacelerar, reflexo de uma demanda enfraquecida. As questões políticas apresentaram incertezas aos empresários, impactando a perspectiva de crescimento, que por sua vez tem um efeito negativo nos investimentos. Veja o gráfico do PMI abaixo:

 

Deixe um comentário