Bovespa volta a despencar com cena externa

LinkedIn

O Ibovespa recuou na sessão desta quarta (27), na medida que o mercado seguia cauteloso com a cena externa, mas seguro com o quadro doméstico.

Histórico

O indicador teve queda de 1,11%, cotado a 70.609,00 pontos. Os papéis preferenciais da Petrobras, o (PETR4), lideraram os ganhos com alta de 3,2%, e os ordinários, o (PETR3), ampliaram 2,7%.

Na direção contrária, os ativos da Eletrobras (ELET6) despencaram 5%, os do Banco do Brasil (BBAS3caíram 2,1%, e os do Bradesco (BBDC4) minimizaram 1,6%.

Após 19 pregões em junho, o índice desvalorizou 8,00%. Houveram 8 fechamentos positivos contra 11 negativos. Em maio, o indicador fechou com 76.753,62 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 121 pregões, o Ibovespa desvalorizou 7,58%. Já foram 61 fechamentos positivos contra 60 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

O pregão desta quarta-feira foi marcado pela baixa nas negociações, na medida que o Brasil encarava a Sérvia em mais um jogo da Copa do Mundo. Os temores dos investidores seguiam voltados para o noticiário político-econômico à espera de candidatos que tragam propostas para o quadro fiscal do país.

Deixe um comentário