Psicologia do trader: como lidar com um loss

LinkedIn

O processo de tomar uma decisão é uma tarefa complicada, sempre associada à medos, inseguranças, dúvidas e a negação das consequências. Não importa o quão confiante ou cheio de autoestima você seja (e se é muito, as dúvidas são ainda maiores), você sempre terá receio neste momento. E negará qualquer tipo de auxílio externo, só para alimentar um pouco do seu orgulho ou se apoiará em todo auxílio possível, para compensar a falta de confiança em si mesmo (na situação contrária). Ambos os casos – não admitir que você tem dúvidas ou deixar suas dúvidas tirarem a sua parte no processo decisório – são péssimos exemplos de como tomar uma boa decisão.

Além disso, existe um fato curioso: essas duas características, associadas ao medo de tomar uma decisão errada, não te levarão à lugar algum. Você poderá perder uma oportunidade por não ter começado logo ou por ter começado tarde demais. Mas ainda assim você pode errar mais vezes do que você acerta e ser lucrativo.

Dominar sua ansiedade, suas emoções e sua autoestima quando você tem uma perda é mais um ponto chave para a lucratividade. O bom profissional sempre questiona todos os seus movimentos e analisa precisamente as razões pelas quais ele abre uma posição, aceitando quando erra. Os iniciantes não percebem que as perdas são uma coisa normal e o pensamento negativo e o excesso de confiança distraem o trader da disciplina necessária para negociar com sucesso a longo prazo. E sem disciplina o fracasso é certo.

Como você deve lidar com uma perda?

Se você seguiu o seu plano, mas no final teve uma perda, anote tudo em um diário de trading: quais as condições do mercado na hora e quais as razões que te levaram a entrar no trade. Então, concentre sua mente em outra coisa e liberte-se dessa perda. O mercado não te deve nada, nunca. Se fizer parte do seu sistema e do seu gerenciamento de risco continuar depois de uma perda, siga-o, mas sem tentar se vingar do mercado. Quando o dia acabar, revise o seu diário de trading.

O seu sistema de negociação pode não ser perfeito para todas as condições do mercado. Se isso for verdade, você precisará identificar as condições de mercado que melhor se adequem ao seu sistema. Um mercado de tendências, um mercado de consolidação, níveis de volatilidade… Você verá que, conforme faz isso, com o passar do tempo suas decisões serão cada mais racionais, te ajudando quando não existir muita certeza do que fazer. Aprender quando não fazer nada é o primeiro sinal de que você é um trader mais experiente do que antes!

Se você não seguiu as regras do seu plano, você deve repensar sua abordagem e descobrir o que está errado. O problema não é o seu método. O problema é você! Já que você não seguiu suas diretrizes com disciplina, identifique seu erro para que você não o repita. Os problemas mais comuns enfrentados pelos traders são os problemas psicológicos.

A vingança é um estado de espírito negativo que geralmente ocorre depois de ter sofrido uma perda. Atos impulsivos, tomada de risco não calculado, sentimentos de ser poderosos, etc… são o resultado de uma mentalidade vingativa. E isso pode contribuir para o seu declínio financeiro.

Outro ponto é o medo. Ele muitas vezes é um impulso para a vingança. Por causa desse medo, você pode acabar assumindo riscos significativos. Isto é muitas vezes prejudicial, principalmente no trading. Durante a recuperação das perdas é importante que você tome riscos calculados e pense realisticamente. É preciso tempo para recuperar uma grande perda. Não faça grandes trades durante um estado de pânico. Trabalhar a um ritmo constante e manter suas posições estáveis ​​permitirá que você evite que as emoções negativas afetem seus trades.

Além disso, permaneça otimista, disciplinado, paciente e realista. Não deixe suas emoções ditarem suas ações. Pese racionalmente os prós e os contras de cada trade antes de investir seu tempo e seu dinheiro. Para um iniciante, o foco inicial não deve ser o lucro, mas não perder dinheiro! Trading não é um jogo, é uma profissão difícil de dominar… requer qualidades psicológicas específicas.

O uso de métodos quantitativos

Lidar com perdas e com suas emoções pode ser muito mais fácil quando o trader utiliza métodos quantitativos ou automatizados para suas operações. Já pensou em utilizar modelagem matemática ou inteligência artificial para tomar as suas decisões, eliminado o fator humano durante a negociação? Esta já é uma realidade para muitos traders do varejo, não se restringindo apenas a grandes casas de investimentos. Este será um dos temas centrais que eu vou abordar nos próximos artigos.

Comentários

  1. Edivaldo Jr diz:

    Olá. Muito bom o artigo, curto mas cheio d conteúdo. Parabéns.

  2. Zanelli diz:

    Parabéns Leandro! Aguardarei o artigo da Í.A. nas negociações.

Deixe um comentário