Bom dia, Investidor! 22 de março de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento dos mercados, confira o Momento do Investidor  

Destaques corporativos

CCR (CCRO3): A CCR registrou prejuízo líquido no 4T18, de R$ 307,1 milhões, na comparação com lucro de R$ 329,1 milhões no mesmo período do ano anterior. O Ebitda no 4T18, foi de R$ 561,7 milhões, em queda de 54,9% em relação ao 4T17.

Eztec (EZTC3): A construtora e incorporadora Eztec anunciou no fim da noite de quinta, 21, os resultados do quarto trimestre de 2018 (4T18). O Lucro Líquido em 2018 totalizou R$97,5 milhões (queda de 72,8% em relação a 2017), com Margem Líquida de 25%. No 4T18 alcançou R$43,5 milhões (alta de 72,8% em relação ao 4T17), para uma Margem Líquida de 30,1%.

Cyrela (CYRE3): A Cyrela registrou lucro líquido no 4T18 de R$ 116 milhões, comparado ao prejuízo líquido de R$ 121 milhões no 3T18 e lucro de R$ 49 milhões no 4T17. No ano, a Cyrela apresentou prejuízo líquido de R$ 84 milhões, abaixo do prejuízo líquido de R$ 95 milhões auferido em 2017.

Vale (VALE3): A Vale informou em fato relevante após o pregão desta quinta, 21, que recebeu da Secretaria de Estado de Meio Ambiente autorização provisória para operar a barragem de Laranjeiras, o que possibilitará o retorno das operações na mina de Brucutu, em Minas Gerias, em até 72 horas.

Petrobras (PETR4): A Petrobras informou que obteve decisão favorável, revertendo a liminar que suspendia a hibernação da fábrica de fertilizantes na Bahia (Fafen-BA). A companhia afirmou que dessa forma seguirá com os procedimentos para a hibernação da unidade.

Burger King Brasil (BKBR3): A oferta secundária de ações do Burger King Brasil movimentou cerca de R$ 714,5 milhões, sendo que cada ação foi precificada a R$ 21,41.

Natura (NATU3):Avon Products está considerando um acordo que reunirá as unidades e a venda para a Natura, segundo fonte a par do assunto. A notícia faz as ações da empresa subirem 7,91% no pré-mercado da Bolsa de Valores de Nova York, a US$ 3,00.

Petrobras: Depois de tentar vender sem sucesso a Liquigás para o grupo Ultra, a Petrobras retomou os planos para vender o ativo, contratando o banco espanhol Santander para coordenar a operação com investidores. As informações são da edição desta sexta-feira do jornal O Estado de S. Paulo.

Recomendação de ativos

Transmissão Paulista (TRPL4): A equipe do BB Investimentos rebaixou a recomendação da Transmissão Paulista para underperform, com preço-alvo de R$ 68,60 ao fim de 2019.

B2W (BTOW3): A recomendação da B2W foi rebaixada para market perform pela equipe do Itaú BBA.

Lojas Americanas (LAME4): Os analistas do Itaú BBA também revisaram suas expectativas para a Lojas Americanas, rebaixando a recomendação para market perform.

Noticias

Leilão: O governo vai leiloar nesta sexta-feira (22) quatro áreas portuárias. Três delas são no Porto de Cabedelo, na Paraíba (PB), e uma no Porto de Vitória, no Espírito Santo (ES). As quatro áreas são destinadas à movimentação e armazenagem de combustíveis. O leilão será às 10h, na sede da B3, em São Paulo.

É o segundo leilão do governo do presidente Jair Bolsonaro, mas o arrendamento das áreas portuárias foi anunciado ainda no governo do ex-presidente Michel Temer. Na semana passada, foram leiloados 12 aeroportos.

Commodities

Minério de ferro: A jornada desta sexta-feira na bolsa de mercadorias de Dalian, na China, foi marcada pela leve valorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo apresentou ganhos de 0,41% a 615,50 iuanes por tonelada.

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em abril deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta sexta-feira, 22, em alta. A commodity iniciou o dia cotada a US$ 67,89, variando 0,31% quando comparado ao fechamento da sessão anterior

Câmbio

Dólar: O dólar opera em alta nesta sexta-feira (22), impulsionado pelo mercado, que continua atento ao cenário político após a prisão do ex-presidente Michel Temer.

Às 9h06, a moeda norte-americana subia 1,74%, negociada a R$ 3,8661.

Na véspera, o dólar subiu 0,98%, vendido a R$ 3,8009. Na máxima do dia, o dólar chegou a R$ 3,8371.

Agenda econômica

BRASIL

  • O governo deve apresentar, por volta das 9h40, o relatório de receitas e despesas do primeiro bimestre.
  • A FGV divulga às 8h os dados da prévia da Sondagem da Indústria e da confiança do setor referentes a abril.
  • A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulga às 11h o índice
    de confiança do empresário industrial referente a março.

ESTADOS UNIDOS

  • A leitura preliminar do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade dos setores industrial e de serviços de março será publicada às 10h45 pelo IHS Markit. A previsão é de 53 pontos.
  • As vendas de imóveis residenciais usados em fevereiro serão publicadas às 11h pela NAR. A previsão é de alta de 3,2%.
  • Os estoques no atacado de janeiro serão publicados às 11h pelo Departamento do Comércio. A previsão é de queda de 0,2%.
  • O orçamento do Tesouro de fevereiro será publicado às 15h pelo
    Departamento do Comércio. Não há previsões.

EUROPA E ÁSIA

  • O Conselho Europeu tem segundo dia de encontros em Bruxelas.
  • O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, participa de encontro do Conselho Europeu, em Bruxelas.
  • Japão: A leitura revisada índice de indicadores antecedentes de janeiro será publicado às 2h pelo gabinete do governo.
  • Alemanha: A leitura preliminar dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade dos setores industrial e de serviços de março será publicada às 5h30 pelo instituto IHS Markit.
  • Eurozona: A leitura preliminar dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade dos setores industrial e de serviços de março será publicada às 6h pelo instituto IHS Markit.
  • Eurozona: O saldo em conta corrente de janeiro será publicado às 6h
    pelo Banco Central Europeu (BCE).

Deixe um comentário