Veteranos do Facebook lançam a app “Editional” baseada em ETH

LinkedIn

Uma startup de Nova York fundada por um grupo de veteranos do Facebook lançou um app social baseado em Ether (ETH) que suporta a criação e negociação de colecionáveis digitais únicos. A notícia foi revelada em comunicado enviado ao Cointelegraph em 30 de abril.

A startup, chamada “Editional,” teria levantado US$ 1,5 milhão de investidores como ConsenSys Ventures, Digital Currency Group e CoinFund, segundo o texto.

O app blockchain Editional para consumidores— pronto para ir ao ar na loja do iTunes para dispositivos iOS em 30 de abril — permite a usuários fazerem upload de sua arte digital ou design diretamente através do telefone, e marcá-la como colecionável digital único para a comunidade.

Os criadores poderão emitir um certo número de edições de seu trabalho e monetizá-los como tokens não-fungíveis colecionáveis, que podem ser negociados por colecionadores online em lojas digitais abertas como a aplicação descentralizada blockchain OpenSea, com a qual o Editional é integrado.

O comunicado destaca a utilidade da tecnologia blockchain para a criação e comercialização de itens colecionáveis exclusivos, destacando que:

“A verificação blockchain permite que cada peça seja realmente única, com propriedade comprovada e histórico de transações embutidos, bem como evitando fraudes e a reprodução e revenda inapropriadas de trabalhos únicos. ”

O app também dá ênfase aos aspectos sociais da criação artística, venda e coleção, com suporte a chat e uma funcionalidade de criação de conteúdo em uma tentativa de promover uma comunidade on-line.

Na segunda metade de 2018, o Cointelegraph publicou uma explicação destacando as diferenças técnicas e conceituais entre tokens não-fungíveis e outros cripto ativos.

Como noticiado em uma análise dedicada, a posição do Facebook sobre criptos teve uma mudança importante ao longo de 2018. Depois de banir propagandas cripto, o gigante das redes sociais agora estaria considerando o lançamento de sua própria stablecoin para usuários de seus serviços de mensagens WhatsApp, Messenger e Instagram.

Por Marie Huillet

Deixe um comentário