Craig Wright novamente falsificou evidências de que ele é Satoshi Nakamoto

LinkedIn

Craig Wright, um pesquisador sênior da nChain, falhou novamente em uma tentativa de provar que ele é o criador do Bitcoin. “A lista de endereços de Satoshi Nakamoto”, que ele entregou ao tribunal no processo com a família Kleimanov, é apenas um “copie e cole”. Isto foi relatado por representantes da empresa WizSec.

CapturadeTela2019-05-10às12.12.50

Embora as informações de endereço não estejam disponíveis na versão pública do documento, o desenvolvedor do WizSec e do Bitcoin Core, Gregory Maxwell, estudou os metadados do arquivo PDF original e concluiu que Wright estava tentando enganar o tribunal.

“A lista de 45 endereços fornecida por Wright é totalmente consistente com os dados da blockchain sobre os destinatários dos primeiros blocos minerados. Se você substituir esses endereços no documento, verá que eles se encaixam completamente no formato das linhas editadas. Em outras palavras, isso não é mais do que um copiar e colar, não suportado por nenhuma evidência” , escreveu a WizSec.

CapturadeTela2019-05-10às12.15.03

 

A defesa de Craig Wright declarou que lembrar os endereços Bitcoin após quase uma década era muito difícil.

“Dr. Wright sabe que ele adicionou N-blocks ao blockchain, e pode determinar os endereços públicos associados a eles. No entanto, ele não rastreia os blocos do Bitcoin que ele extraiu. Outros endereços públicos para o Dr. Wright são desconhecidos” , diz a defesa.

Representantes da WizSec não descartaram que Wright também pudesse usar o copiar e colar para preparar uma lista de endereços pertencentes à empresa Tulip Trust, cujos ativos eram objeto de processos com os Kleimans.

“Wright supostamente coletou informações sobre os principais donos de Bitcoins e as entregou ao tribunal sem se preocupar em fornecer qualquer evidência da sua posse” , disseram eles.

Por Diego Marques

Deixe um comentário