Bom dia, Investidor! 18 de junho de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Odebrecht: A Odebrecht ajuizou ontem, em conjunto com suas controladoras e algumas controladas, pedido de recuperação judicial na comarca da Capital de São Paulo. O pedido contempla R$ 51 bilhões de dívidas concursais, ou seja, passíveis de proteção de credores pela Justiça, excluídos neste montante os valores entre as próprias empresas do Grupo e créditos extraconcursais.

Embraer (EMBR3): A Embraer anunciou hoje a assinatura de um contrato com a japonesa Fuji Dream Airlines (FDA) para dois jatos E175. O pedido tem um valor estimado de US$ 97,2 milhões, com base em preços de lista de 2019, e já estava incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do primeiro trimestre como “cliente não divulgado”.

IRB (IRBR3): De acordo com o jornal Valor Econômico, a venda de ações da empresa de resseguros IRB, detidas pela União e pelo Banco do Brasil, pode demorar mais tempo do que o esperado inicialmente. A oferta subsequente, que faz parte do plano de desinvestimentos do governo Federal, se mostrou complexa, devido a discordâncias entre os acionistas controladores e às devidas mudanças na lei que são necessárias para efetivar a transação.

Vale (VALE3): A Vale informou ontem à noite que suspendeu as atividades de processamento de níquel da usina de Onça Puma, no Estado do Pará. Conforme a companhia, não havia na mina extração mineral, apenas atividades de transformação de minério. Na sexta-feira, o desembargador Antonio Souza Prudente, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, aumentou para R$ 200 mil a multa diária para a mineradora por dia em que sejam desenvolvidas atividades na mina Onça Puma.

Hapvida (HAPV3): A Hapvida informou que o seu Conselho de Administração aprovou a 1ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de R$ 2 bilhões. Os recursos obtidos pela oferta serão destinados integral e exclusivamente para a aquisição de 100% das ações ordinárias do Grupo São Francisco, anunciado em 7 de maio.

Bradesco (BBDC4): A diretoria do Bradesco propôs ao conselho de administração do banco o pagamento de juros sobe capital próprio intermediários relativos ao primeiro semestre. A reunião para deliberar a proposta ocorre no dia 28 de junho. O valor total proposto é de R$ 1,455 bilhão, sendo R$ 0,172536471 por ação ordinária e R$ 0,189790118 por ação preferencial.

Avianca Brasil: O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu ontem, por 2 votos a 1, pela retomada do leilão de ativos da Avianca, suspenso no dia 6 de maio. A empresa está em recuperação judicial desde dezembro do ano passado. Segundo a publicação, o leilão poderá ocorrer em 10 de julho, mas a companhia aérea não confirmou a data.

Petrobras (PETR4): De acordo com o jornal Valor Econômico, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) começou a julgar ontem dois processos relevantes à estatal, que tratam do aluguel de plataformas petrolíferas, atingindo R$ 7,9 bilhões. Ambos estão com placar desfavorável à Petrobras. Um terceiro começará a ser julgado hoje.

JBS (JBSS3): A JBS comunicou que a agência de rating Fitch Ratings elevou a classificação da JBS S.A. de BB- para BB, com perspectiva estável. Segundo o relatório publicado pela Fitch, a elevação do rating “reflete a expectativa de desalavancagem e forte geração de caixa da Companhia, bem como uma melhor flexibilidade financeira em função das iniciativas de liability management implementadas recentemente”.

Telefônica (VIVT4): A Telefônica Brasil informou que deliberou o crédito de Juros Sobre Capital Próprio (JSCP), relativo ao exercício de 2019, no montante bruto de R$ 968 milhões, com retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 822,8 milhões, com base no balanço patrimonial do período.

Recomendação de ativos

Telefônica Vivo:Itaú BBA cortou a recomendação para as ações da Telefônica Vivo (VIVT4), passando de outperform (desempenho acima da média do mercado), o mesmo que compra, para market perform. O preço-alvo é de R$ 54 a R$ 54,90 por ação.

Notícias

Economia Brasileira: A economia brasileira registrou retração de 0,1% em abril na comparação com março, segundo dados do Monitor do PIB-FGV, divulgados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta terça-feira (18). Segundo o indicador, houve recuo em abril em duas das três grandes atividades econômicas: agropecuária e indústria.

Commodities

Minério de ferro: A jornada desta terça-feira na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China, foi marcada pela recuperação do preço dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo registrou ganhos de 2,08% para 786,00 iuanes por tonelada.

Dólar

O dólar opera em queda nesta terça-feira (18). Às 9h12, a moeda norte-americana caía 0,64%, vendida a R$ 3,8733. No dia anterior, a divisa caiu 0,04%, vendida a R$ 3,8981

O BC realiza nesta sessão leilão de até 5,05 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de julho, no total de US$ 10,089 bilhões.

Agenda econômica

CapturadeTela2019-06-18às09.17.00

Deixe um comentário