Gram: Exchange anuncia data e valor da venda inicial da criptomoeda do Telegram

LinkedIn

A criptomoeda do Telegram, chamada Gram, é um projeto bastante aguardado pelos entusiastas e investidores do criptomercado. Por enquanto, houveram apenas duas vendas da criptomoeda para investidores particulares.

Porém, semana passada a exchange Liquid anunciou a primeira venda pública do Gram, com início do dia 10 de julho. Hoje a corretora atualizou o seu blog trazendo mais informações de como a ICO vai funcionar. As informações são do blog oficial da Liquid.

De acordo com as informações do post, cada criptomoeda Gram vai ser vendida a $4, porém, para holders de QASH, o valor pode ser de $3.50 através de um programa de restituição.

A venda será feita apenas para os usuários da Liquid e a compra das criptomoedas Gram serão feitas diretamente com dólar ou então através da stablecoin USD Coin (USDC).

Já os descontos vão funcionar com um sistema de retorno de valor. Segundo o blog, para ter os “descontos”, basta o usuário ter entre 5 mil e 50 mil QASH em sua carteira até o final da venda das moedas.

No final da venda, dia 17 de julho, será feita uma captura de tela da conta dos usuários. Depois de um período determinado holdando a moeda (que vai de 30 a 90 dias dependendo da quantidade de QASH), o usuário receberá de volta o valor descontado do preço da Gram. O pagamento todo será feito em QASH.

Ou seja, de forma simples, o valor é $4 dólares para todo mundo. Mas holders de QASH vão receber alguns centavos em QASH do valor comprado depois de um certo período.

A venda do token Gram vai começar no dia 10 de julho às 5h do horário de Brasília. A Liquid também vai realizar o sorteio de 500 mil Gram em 10 prémios, com o grande ganhador levando 100.000 Gram.

Venda da criptomoeda do Telegram – Confiável?

Existe um fator importante que deve ser mencionado em relação a venda que está para ser realizada pela Liquid. Depois que a corretora anunciou a data de início da venda, o site CoinTelegraph disse que o Telegram não tem ligação com a exchange.

Em um comentário em privado, um investidor do token do Telegram disse ao Cointelegraph que ninguém tem o direito de vender os tokens antes de seu lançamento oficial, de acordo com documento assinado por todos os investidores.

O site cita um documento que diz:

“(…) o comprador também está impedido de participar de uma troca ou acordo que transfira a propriedade de um contrato de investimento em tokens Gram, total ou parcialmente.”

Portanto, não dá para saber se a venda da Liquid está completamente de acordo com o contrato inicial da Gram. É importante ter cuidado com a próxima venda.

Veja o Ranking das principais criptomoedas

Deixe um comentário