Petróleo afunda após Opep e Rússia não concordarem com cortes de produção

LinkedIn

Investing.com – O dia foi de mal a pior para o petróleo, após a imprensa ter reportado que a Organização de Países Exportadores de Petróleo e a Rússia não conseguiram concordar nem mesmo em manter o acordo existente de restrição de produção.

Às 12h25 (horário de Brasília), o WTI estava em queda de 6,56%, a US$ 42,89 por barril, enquanto o Brent caía 6,3%, a US$ 46,84.

Os preços já haviam despencado em cerca de 4% no dia em meio a sinais de que a Rússia recusaria a proposta da Opep de um corte extra de 1,5 milhão de barris por dia de seus níveis atuais. O acordo vigente prevê queda de 700 mil barris por dia na produção até o fim de março.

O fracasso em manter até mesmo os níveis do acordo existente faz com que o mercado encare seu maior desequilíbrio entre oferta e demanda desde o fim de 2015.

Na B3, as ações da Petrobras (PETR4) acompanham a forte queda da commodity. Os papéis preferencias despencam 7,79% a R$ 23,32, enquanto os ordinários afundam 7,57% a R$ 24,78.

Por Geoffrey Smith

Comentários

  1. joao baptista dellabeneta diz:

    boa tarde,o que esperar do mercado depois de ontem e hoje com essas fortes baixas.

Deixe um comentário