Conselho aprova criação de programa de aposentadoria incentivada e estima retorno de R$ 7,6 bilhões até 2025 com desligamentos

LinkedIn

A Petrobras informa que o Conselho aprovou a criação de programa de aposentadoria incentivada, ajuste dos três Programas de Desligamentos Voluntários (PDVs) e estima retorno de R$ 7,6 bilhões até 2025 com desligamentos.

O fato relevante foi divulgado pela empresa (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) antes da abertura do mercado desta quarta-feira (08).

Os ajustes para estímulo nas adesões dos três Programas de Desligamentos Voluntários (PDVs) são destinados aos aposentados pelo INSS até junho de 2020, específico para empregados lotados em ativos/unidades em processo de desinvestimento e exclusivo para quem trabalha no segmento corporativo da empresa.

O PAI e o PDV 2019 tem uma estimativa de retorno adicional (custo evitado de pessoal menos o desembolso com as indenizações) de R$ 7,6 bilhões até 2025 com os novos desligamentos, estimados em cerca de 3.800 empregados.
Os ajustes de incentivo no PDV 2019 vão gerar uma provisão adicional de R$ 1,29 bilhão nas demonstrações financeiras do 2T20 referente ao público já desligado e inscrito e o provisionamento das novas adesões ocorrerá conforme as inscrições forem efetivadas. Cabe destacar que o impacto no caixa será diluído ao longo dos próximos três anos.

Deixe um comentário