Binance supera a BitMex e volume de derivativos de Bitcoin bate recorde com US$ 602 bilhões

LinkedIn

A Binance superou a BitMEX pelo segundo mês consecutivo como uma das maiores exchange de derivativos de Bitcoin do mercado.

Porém, segundo dados divulgados pelo portal CryptoCompare, a liderança em termos de negociação no mercado de Futuros é da Huobi.

Futuros de Bitcoin em crescimento

O relatório destacou que as negociações de derivativos de Bitcoin estão em ascensão contínua.

Desta forma, segundo o relatório,  os derivativos já representam 32% de todo o mercado, enquanto que em abril representava 27%.

Assim, o relatório descreveu o crescimento nos volumes de negociação na maioria das exchanges.

No entanto, embora todas as plataformas examinadas tenham registrado aumentos de dois dígitos no volume de derivativos em maio, a Chicago Mercantile Exchange (CME) registrou o aumento mais significativo de 59% desde abril.

“Os volumes futuros de CME se recuperaram desde abril, aumentando 36% (número de contratos), atingindo 166.000 em maio. Enquanto isso, o volume total de opções da CME atingiu uma alta mensal de 5986 contratos negociados (16 vezes o volume de abril)”, diz o relatório.

No mesmo período a Binance registrou um aumento de 58%, seguida por BitMEX, FTX e OKEx.

Negociações

Ainda segundo o relatório as negociações de Bitcoin em USD e JPY tiveram um aumento de 12%.

Porém os mercados em EUR e KRW registraram um aumento de 17% e 21%, respectivamente.

Já stablecoins como o USDC e PAX registraram uma queda em seu volume de negociações.

Contudo, as stablecoins dominam o mercado, sendo que 98% das negociações em derivativos, segundo o CryptoCompare, ainda são executadas em stablecoins.

Junho também começou de maneira bastante positiva para a CME, pois os dados da Skew observaram que, no terceiro dia do mês, o volume futuro de negociação de Bitcoin na plataforma era de quase US $ 800 milhões.

Negociação recorde

Ainda segundo o CryptoCompare, o volume de negociação de derivativos de criptomoedas atingiu uma nova alta mensal de todos os tempos em maio de 2020.

Desta forma superou o recorde anterior registrado em março.

Assim, de acordo com o relatório da CryptoCompare, o volume mensal de negociação de derivativos de criptomoeda subiu 30% em maio.

Portanto, ele chegou a um recorde histórico de US$ 602 bilhões, superando o recorde anterior de março em US$ 2 bilhões.

Por Cassio Gusson

Deixe um comentário