IGP-10 avança para 1,55% em junho

LinkedIn

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) subiu 1,55% em junho. No mês anterior, a taxa havia sido de 0,07%. Com este resultado, o índice acumula alta de 4,55% no ano e de 7,18% em 12 meses. Em junho de 2019, o índice havia registrado elevação de 0,49% no mês e de 6,57% em 12 meses.

“Todos os índices componentes do IGP-10 apresentaram aceleração e contribuíram para o avanço da taxa do indicador. Nesta edição, o destaque foi para o IPA, cuja variação subiu 2,10 pontos percentuais em comparação ao mês de maio. Tal aceleração reflete acréscimos captados nos preços dos alimentos (1,11% para 1,88%) e dos combustíveis e lubrificantes para a produção (-15,34% para 0,22%). Ainda no IPA, no grupo matérias-primas brutas, os preços dos animais vivos avançaram substancialmente com destaque para aves (-4,06% para 5,37%)”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) subiu 2,35% em junho. No mês anterior, o índice havia registrado taxa de 0,25%. Na análise por estágios de processamento, os preços dos Bens Finais variaram de -0,20% em maio para 1,95% em junho. A principal contribuição para este resultado partiu do subgrupo combustíveis para o consumo, cuja taxa passou de -18,85% para 16,02%. O índice relativo a Bens Finais (ex), que exclui os subgrupos alimentos in natura e combustíveis para o consumo, subiu 1,10% em junho. No mês anterior, a taxa havia sido 0,78%.

A taxa do grupo Bens Intermediários variou de -1,14% em maio para 0,86% em junho. A principal contribuição para este movimento partiu do subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, cuja taxa passou de -15,34% para 0,22%. O índice de Bens Intermediários (ex), obtido após a exclusão do subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, subiu 0,94% em junho, ante 0,80% no mês anterior.

O índice do grupo Matérias-Primas Brutas passou de 2,11% em maio para 4,21% em junho. As principais contribuições para este avanço partiram dos seguintes itens: minério de ferro (7,97% para 10,42%), aves (-4,06% para 5,37%) e suínos (-14,78% para 10,91%). Em sentido descendente,

os movimentos mais relevantes ocorreram nos itens café em grão (3,60% para -4,73%), leite in natura (0,85% para -0,22%) e mandioca (-4,91% para -6,81%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) variou -0,33% em junho. Em maio, o índice havia apresentado queda de 0,51%. Três das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação, com destaque para o grupo Transportes (-2,66% para -1,01%). Nesta classe de despesa, vale citar o comportamento do item gasolina, cuja taxa passou de -8,49% para -3,49%.

Também apresentaram acréscimo em suas taxas de variação os grupos Vestuário (-0,44% para -0,27%) e Comunicação (0,03% para 0,19%). Nestas classes de despesa, as maiores influências partiram dos itens calçados masculinos (-1,39% para -0,55%) e combo de telefonia, internet e TV por assinatura (0,00% para 0,43%).

Em contrapartida, os grupos Alimentação (0,78% para 0,27%), Educação, Leitura e Recreação (-1,82% para -2,02%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,32% para 0,18%) e Habitação (-0,07% para -0,19%), apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. As contribuições para estes movimentos partiram dos seguintes itens: frutas (0,80% para -2,56%), cursos formais (-1,21% para -1,63%), artigos de higiene e cuidado pessoal (0,47% para -0,17%) e tarifa de eletricidade residencial (-0,43% para -0,98%).

Já o grupo Despesas Diversas repetiu a taxa de maio, que foi de 0,21%. Em sentido descendente destaca-se o item clínica veterinária (0,35% para -0,06%) e em sentido ascendente, conserto de aparelho telefônico celular (-0,61% para 1,52%).

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,21% em junho, ante 0,19% em maio. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de maio para junho: Serviços (-0,01% para 0,17%), Materiais e Equipamentos repetiu a taxa do mês anterior, que foi de 0,52%. Já Mão de Obra não variou pelo segundo mês consecutivo.

Fonte FGV-IBRE

Deixe um comentário

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Faça o login em ADVFN
Registrar agora

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br

V: D: 20230608 17:58:09