Azul: Acordo com arrendadores para ajustar pagamento de aeronaves

LinkedIn

A Azul (BOV:AZUL4) negociou novo perfil de pagamento com seus arrendadores de aeronaves resultando em uma economia de capital de giro de R$ 3,2 bilhões do início da crise até o final de 2021.

A Cia aérea estima pagar R$ 566 milhões em aluguel de aeronaves entre abril e dezembro de 2020, redução de 77% comparado com os contratos originais.

A Azul informou que os aluguéis mensais menores serão compensados por valores ligeiramente maiores a partir de 2023, ou pela extensão de certos contratos a taxas de mercado.

Com isto, o passivo de arrendamento da empresa deverá diminuir R$ 3,4 bilhões entre o final de março e dezembro, totalizando R$ 12,5 bilhões no final do ano.

Acordos representam mais de 98% do passivo de arrendamento da cia e as negociações com os demais arrendadores continuam evoluindo.

Deixe um comentário