Tráfego de passageiros da Azul sobe 40,7% em julho

LinkedIn

A Azul (BOV:AZUL4) divulgou dados preliminares do tráfego de julho de 2020. O tráfego de passageiros consolidado (RPKs) aumentou 40,7% em relação a junho de 2020, frente a um crescimento de 33,3% na capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 79,6%, aumento de 4,1 pontos percentuais.

O comunicado foi feito pela empresa após o pregão do dia 04 de agosto. Em 2020, as ações da companhia aérea desvalorizaram -66,18% por causa da pandemia. Os resultados do 2T20 devem ser divulgados no dia 13 de agosto.

A taxa de ocupação doméstica foi de 79,4% e a internacional totalizou 81%.

“O crescimento sequencial de nossa capacidade foi muito bem sucedido e esperamos que esta tendência de aumento de demanda continue nos próximos meses. Nossa frota diversificada nos permite adequar nossa capacidade à demanda de passageiros, e estou confiante em nossa habilidade de reconstruir nossa malha ao longo do tempo,” disse John Rodgerson, CEO da Azul.

Veja mais dados abaixo:

A taxa de ocupação encerrou o mês passado em 79,6%, crescimento de 4,1 pontos percentuais ante junho. Em julho de 2019, a taxa de ocupação era de 86,6%.

O tráfego de passageiros nos voos domésticos cresceu 50,1% e a capacidade, 43%, em julho ante junho. A taxa de ocupação passou de 75,7% para 79,4%.

Já na rota internacional, o tráfego caiu de 10,6% e a oferta de voos recuou 18%. A taxa de ocupação cresceu 6,7 pontos percentuais, para 81%.

Projeção de queima de caixa

Azul divulgou a posição de caixa do segundo trimestre e a projeção de queima de caixa. Segundo a companhia aérea, em 30 de junho deste ano a posição de liquidez incluindo caixa e equivalentes, investimentos de curto-prazo, e contas a receber totalizou R$2,3 bilhões comparado com R$2,2 bilhões no trimestre anterior e a uma projeção de R$2,0 bilhões para o final do segundo trimestre.

Deixe um comentário