Cerca de R$ 1,2 milhão em Bitcoin é declarado por candidatos que vão disputar as eleições em 2020

LinkedIn

Além de concorrerem as eleições em 2020, cinco candidatos também podem ser considerados investidores de criptomoedas. Segundo levantamento do G1, mais de 20 unidades de Bitcoin (BTC) foram declaradas por eles como patrimônio para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Assim, o valor em Bitcoin dos candidatos corresponde a quase R$ 1,2 milhão em criptomoedas, que correspondem a parte do patrimônio dos cinco candidatos. Além disso, a lista de bens traz outros itens declarados, como animais, jóias e smartphones.

O TSE recebeu declarações de patrimônio dos candidatos as eleições em 2020 até este último sábado (27). Um levantamento sobre os itens declarados mostra que criptomoedas também aparecem como bens dos candidatos.

Candidatos com Bitcoin

Candidatos as eleições em 2020 no Brasil também estão investindo em criptomoedas, conforme mostra o levantamento sobre bens declarados ao TSE, que encontrou mais de 20 BTCs listados em declarações de cinco candidatos.

No entanto, somente um dos candidatos concentra a maior parte dos Bitcoins declarados nas eleições de 2020. De acordo com o G1, um dos candidatos possui mais de 15 BTCs, ou ainda, cerca de R$ 893 mil, considerando a cotação atual da criptomoeda neste domingo (27).

Por outro lado, o levantamento do G1 não assinala onde os candidatos com Bitcoin estão concorrendo nas eleições de 2020. Enquanto existem apenas cinco concorrentes ao pleito que investiram em criptomoedas, mais de dois mil candidatos declararam que possuem animais como bens.

Em uma das declarações existe um candidato com mais de 10 mil unidades de bois e cavalos. Nesse caso, o patrimônio em animais do candidato está avaliado em quase R$ 30 milhões.

Eleições 2020

Inicialmente as eleições em 2020 estavam previstas para acontecer no dia 4 e 25 de outubro, o primeiro e segundo turno, respectivamente. Porém, com a disseminação do Novo Coronavírus, o pleito teve que ser adiado para novembro.

Dessa forma, as eleições devem acontecer no dia 15 de novembro, o primeiro turno, e para cidades que possuem o segundo turno, o pleito está marcado para o dia 29 de novembro, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral.

Neste domingo (28), também teve início a propaganda eleitoral nas redes sociais e na internet, onde os candidatos disputam votos para o cargo de prefeito, vice-prefeito e vereadores em todas as cidades do Brasil.

Por outro lado, somente no dia 20 de novembro é que a propaganda eleitoral começa nos canais de televisão e no rádio. Ou seja, a propaganda eleitoral nos meios de comunicação será iniciada cerca de dois meses após a data limite para a entrega da lista de bens dos candidatos, onde alguns declararam recentemente que possuem Bitcoin como patrimônio.

Por Paulo José

Deixe um comentário