Itaú Unibanco irá realizar grande leilão em nove estados na próxima semana

LinkedIn

O Itaú Unibanco (BOV:ITUB4) irá leiloar 53 imóveis como salas e prédios comerciais, lojas, terrenos e lotes industriais nos próximos dias 17 e 18 de setembro. O evento terá parceria com três leiloeiros, sendo eles Frazão Leilões, Biasi Leilões e Zukerman Leilões e alcança nove estados brasileiros.

Os imóveis poderão ser pagos à vista com até 15% de desconto ou parcelado com 30% de sinal mais 78 parcelas, juros de 12 a.a. e correção de IGPM anual. Todos os débitos serão quitados pelo banco até a data do leilão.

Em Pernambuco há quatro terrenos em Santo Agostinho, todos desocupados e em área industrial, de frente com a rodovia BR 101. Possuem área de 31.534m² até 67.962m², e lance mínimo a partir R﹩ 1.331.800,00.

Em Taguatinga, Distrito Federal, ficam alguns dos destaques do leilão. São 14 lojas desocupadas, com área privativa de 48m² a 430m² com lance mínimo de R﹩ 178.300,00 até R﹩ 1.219.200,00.

Na cidade de Jaboticabal, São Paulo, um galpão chama a atenção. Localizado de frente para a Rodovia Brigadeiro Faria Lima, o imóvel conta com 14.035m², em terreno de 50.000m², e o lance mínimo é de R﹩ 7.667.300,00, com mais 10% de desconto para pagamento à vista.

No estado mineiro, o destaque fica para o imóvel no Distrito Industrial Paulo Camilo, em Betim, conta com terreno de 81.000m² e área construída de 3.034m². Para adquirir esse lote o lance mínimo é de R﹩15.324.400,00, e há desconto de 15% para pagamento à vista.

Por fim, o Prédio Comercial desocupado, situado na cidade de Jaraguá do Sul, Santa Catarina, também está sendo um dos mais procurados. Com lance mínimo de R﹩ 5.061.500,00, o imóvel fica no centro da cidade e tem 5.756m² de área construída.

Os leilões já estão abertos para receber lances e se encerram nas seguintes datas e horários: 17 de setembro às 11h00 no site da Biasi Leilões, 18 de setembro às 11h00 no site da Frazão Leilões e às 15h00 na Zukerman Leilões.

Esta semana o Itaú ultrapassou o Bradesco e se tornou a marca mais valiosa do país, segundo ranking Brandz Brasil, elaborado anualmente pelo grupo WPP e pela empresa de pesquisa e consultoria Kantar.

O custo do crédito pesou e levou o Itaú Unibanco, maior banco do país, a uma queda de 40,2% em seu lucro líquido recorrente, que somou R$ 4,205 bilhões entre os meses de abril e junho, mesmo reduzindo provisões no segundo trimestre. O banco reservou 7,77 bilhões de reais no período para cobrir possíveis perdas com empréstimos, alta de 92% ano a ano, mas diminuindo 23% em relação ao trimestre anterior.

Deixe um comentário