Petz (PETZ3) 3T20: Lucro líquido de 12,6 milhões impulsionado por vendas on-line

LinkedIn

A varejista Petz divulga seu primeiro resultado trimestral com lucro líquido de R$ 12,6 milhões no 3T20, crescimento de 63,4%. O resultado foi impulsionado pelas vendas nos canais digitais, que somaram R$ 114,8 milhões, um crescimento anual de 393%.

Os resultados da Petz (BOV:PETZ3referente a suas operações do terceiro trimestre de 2020, foram divulgados no dia 26/10/2020.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado, por sua vez, ficou em R$ 46,843 milhões, alta de 34,5% na mesma base de comparação.

A conta da empresa para ajustar o Ebitda deixa de lado créditos fiscais referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS em 2019, doação relacionada à pandemia, além de “despesas não caixa de baixa de imobilizado e plano de opção de compra de ações”, nas palavras da companhia.

Novata na Bolsa de Valores, a rede de pet shops Petz publicou seu primeiro resultado trimestral após a abertura de capital realizada em setembro, quando captou R$ 3,03 bilhões. O faturamento foi de R$ 450,2 milhões, 51% superior ao reportado no mesmo período do ano anterior.

De julho a setembro a Petz inaugurou 10 lojas, incluindo as de Mato Grosso e Ceará. Atualmente conta com 124 unidades em 15 Estados e no Distrito Federal. A meta é estar em todos as capitais do país nos próximos cinco anos.

Hoje a Petz detém cerca de 5% do mercado. Pequenos pet shops respondem por 50%.

O presidente da companhia, Sergio Zimermam, diz que a empresa já estava com lojas físicas e operação on-line totalmente integradas desde 2018, mas a pandemia acelerou o aumento de participação das vendas on-line, que no segundo e no terceiro trimestre ficaram no patamar de 25% – um ano antes, esse participação não chegava a 10%. “O que esperávamos que acontecesse em cinco anos aconteceu em 2 meses. No terceiro trimestre, as vendas digitais se mantiveram mesmo com a volta das lojas físicas”, afirma, atribuindo o desempenho à multicanalidade das operações.

“Havia no mercado a expectativa quanto nossa capacidade de manter os resultados do segundo trimestre e conseguimos números robustos”, diz.

A oferta de ações da varejista foi de forte demanda, em um momento em que o mercado começava a pressionar por descontos nos preços. O papel já acumula alta de 23,5%.

Apesar das altas descritas no balanço, o presidente da companhia avalia que a pandemia ainda tem efeitos negativos sobre os números. “Lojas em shoppings tiveram reabertura com queda significativa de vendas no terceiro trimestre. Ainda há queda, mas menor do que no início do terceiro trimestre”, diz. “Outro efeito que permanece é o impacto no banho e tosa. Permanecemos com todos os centros de estética fechados no segundo trimestre. Isso foi retomando em meados do terceiro trimestre e ainda está longe da normalidade. Ainda temos queda expressiva”, pontua.

Teleconferência

Teleconferência realizada dia 27/10/2020 para discussão dos resultados do 3T20, presentes os Sergio Zimerman fundador e CEO, Diogo Bassi, CFO e Diretor de Relações com Investidores, e Matheus Nascimento Gerente Sênior de Relações com Investidores e Planejamento Estratégico.

Para Zimerman, na questão de lojas físicas, lojas que a gente chama de experiência do padrão, que são a grande maioria das nossas lojas, e a as lojas express, que são as lojas mais focadas em conveniência. Lembrando que nós fechamos o trimestre com 120 lojas, mas, embora a gente ainda esteja no início do primeiro mês, ou no final do primeiro mês do quarto trimestre, nós já temos mais 4 unidades abertas, então a gente já, no dia de hoje, estamos com 124 lojas em 15 estados, mais o Distrito Federal.

Lembrando que a nossa plataforma de omnicanalidade é absolutamente integrada, ela significou 25% das vendas, as vendas digitais significaram 25% das vendas totais, e o índice de omnicanalidade de 79%, o que, vale a pena sempre salientar, que é um índice extremamente robusto para qualquer tipo de varejo no Brasil, ou mesmo no mundo.

O diretor financeiro Diogo Bassi, diz que para a companhia esse foi um trimestre de excelente desempenho, no qual imaginavam que pudessem ter um impacto no nosso crescimento, que foi muito bom no primeiro semestre e consistente nos dois trimestres iniciais do ano, dada a expectativa de reabertura do comércio em geral, mas essa reabertura felizmente não ocasionou impacto na performance.

 

Bassi, diz que a posição de caixa líquido de 13,3 milhões. “Nos deixa bastante confortáveis para aproveitar as oportunidades do mercado”.

“Nossas lojas ainda não atingiram todo potencial e têm espaço para crescer”, diz, acrescentando que 50% das 10 principais unidades da rede estão fora do Estado de São Paulo.

“A gente ganhou participação na pandemia com a maior interação entre tutores e animais, o maior número de tutores e um maior cuidado com saúde e higiene dos animais”, diz Bassi.

VISÃO DE MERCADO

BTG Pactual

A Petz divulgou seus primeiros resultados após o IPO em setembro, com números sólidos no 3T. O SSS (vendas nas mesmas lojas) cresceu 32,3% a/a (já incluindo vendas omnichannel nas lojas), contra 28,2% em nossos números, com 25 inaugurações de lojas nos últimos 12 meses (10 novas lojas no 3T20), levando a receita bruta a aumentar 51% a/a (5% acima de nossas estimativas), para R$ 450 milhões. A receita líquida foi impulsionada pelas vendas de produtos, com aumento de 55% a/a, com destaque para o canal digital (aumento de 393% a/a), atingindo 25% das vendas totais da Petz, contra 7,8% no 3T19 (78% dessas utilizando as lojas da empresa, com soluções de envios saindo das lojas e retirada na loja), enquanto a operação de B&M também registrou um crescimento sólido (+ 24% a/a). As vendas de itens não alimentícios cresceram 67% a/a (respondendo por 49% das vendas de produtos, um aumento de 350bps a/a).

O lucro bruto totalizou R$ 186 milhões, aumento de 50% a/a e 5% acima de nossa projeção, com margem bruta de 41,4% (queda de 30 bps a/a). No 3T19, a empresa tinha um crédito tributário não recorrente de ICMS-ST de R$ 2,3 milhões (com efeito positivo de 70 bps nas margens). Excluindo este crédito, a margem bruta cresceu 40bps a/a, devido a uma maior participação dos produtos nas vendas totais (e a uma maior % de itens não alimentares no período). O EBITDA atingiu R$ 47 milhões (aumento de 35% a/a e 4% acima de nossa expectativa), com margem EBITDA de 10,4% (-130 bps a/a), ou -50 bps a/a excluindo o crédito tributário no 3T19. Além da menor margem bruta no período, as despesas com vendas (em % das vendas brutas) cresceram 110bps a/a, devido à maior participação do e-commerce nas vendas totais (levando a maiores despesas de marketing e frete). Por sua vez, o lucro líquido atingiu R$ 17 milhões (2% abaixo de nossa projeção e alta de 47% a/a).

Os resultados trimestrais reforçaram nossa visão estrutural positiva sobre o business case da Petz, principalmente com base na exposição a um mercado de alto crescimento e ainda fragmentado para produtos e serviços para animais de estimação no Brasil, uma plataforma omnichannel em expansão, tornando a Petz mais competitiva em relação aos players regionais e marketplaces horizontais, bem como a expansão nacional com melhoria de retornos. Apesar de um valuation premium, com a Petz sendo negociada em 67x P/L 2021 e 27x EV/EBITDA 2021, vemos um CAGR de LPA atraente de 45% até 2025, sustentando nossa classificação de Compra.

Eleven Financial

Em sua primeira divulgação de resultados após o IPO a Petz demonstra a força de sua operação omnicanal e entrega um forte crescimento, reforçando nossa visão positiva para o case.

A Eleven observa um aumento de participação em vendas das lojas localizadas fora do Estado de São Paulo de 32% no 3T19 para 38% no 3T20, comprovando o sucesso da marca e da estratégia de expansão para outros estados.

Acredita-se que os resultados reportados pela Petz reforçam a visão construtiva do case, pois demonstram a capacidade de execução  de sua estratégia de expansão de lojas, a força de sua estratégia omnicanal e principalmente a resiliência de seu negócio diante do cenário de pandemia. Além disso, com os recursos do IPO a companhia poderá manter seu ritmo de crescimento e aprimorar sua estratégia O2O, melhorando ainda mais o nível de serviço aos seus clientes e reduzindo as despesas de logísticas last-mile através do uso da capilaridade  de lojas para aumentar ainda mais as vendas ship-from-store, ou pick-up, levando a maior alavancagem operacional.

A Eleven mantém recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 22,00.

Guide Investimentos

Segundo o analista de empresas, Luis Sales, o Impacto é Positivo. Após grande sucesso em seu processo de estreia na bolsa de valores brasileira, a Petz divulgou fortes números, com destaque especial para o segmento digital que passou a representar parcela muito mais significativa da receita, comparado ao 3T19. Cabe aqui relembrar grandes investimentos e melhorias realizadas no site e no app.

VISÃO TÉCNICA. Um oferecimento de YouTrade. Acesse: www.youtrade.pro.br


Gráficos GRATUITOS na br.advfn.com

Peça uma análise do seu portfolio de investimentos e ações. Clique e fale com o especialista.TFaleComEspecialista

Deixe um comentário