Cogna oferece cursos presenciais à metade do preço por ocasião da Black Friday

LinkedIn

A Kroton, da Cogna (BOV:COGN3), está oferecendo cursos presenciais inteiros à metade do preço por ocasião da Black Friday, segundo informações da CNN Business. Os descontos valem já a partir da primeira parcela e estão garantidos até a última mensalidade. Participam da promoção as marcas Anhanguera, Unopar, Pitágora, Unime, Unic, Fama e Uniderp.

As instituições também têm condições especiais para a modalidade semipresencial. As mensalidades foram fixadas em R$ 199 durante todo o curso, com matrícula do primeiro semestre a R$ 59. Os interessados devem se inscrever a partir do dia 26 de novembro até o dia 30.

De acordo com o Bradesco BBI, a estratégia da Cogna deve impulsionar o processo de admissão antecipada para o próximo semestre para cursos de baixo ticket, uma vez que a maioria das empresas espera um atraso no primeiro semestre de 2021 devido ao adiamento do exame nacional do ENEM.

Esse movimento também deve ajudar a compensar a redução do PEP (programa de financiamento da Cogna) que a empresa planejava para os próximos trimestres e, apesar do ticket menor, deve contribuir para um balanço mais saudável, pois a empresa já estava provisionando 58% das Receitas PEP. No entanto, isso também é um indicativo de uma competição de preços mais acirrada em cursos de graduação presenciais de baixo custo, que foram os mais afetados durante a crise, com as empresas registrando quedas consideráveis ​​no consumo. “Reforçamos nossa visão cautelosa sobre o nome com uma recomendação neutra e preço-alvo para 2021 de R$ 6,50”, apontam os analistas do BBI.

Prejuízo de R$ 1,29 bilhão

A companhia educacional Cogna, holding da Kroton, encerrou o terceiro trimestre de 2020 com prejuízo de R$ 1,29 bilhão. O resultado foi diretamente afetado por baixas contábeis que somaram R$ 831,1 milhões nas divisões Saber e “outros”. No mesmo trimestre de 2019, a Cogna teve lucro de R$ 20,4 milhões.

A receita líquida da companhia caiu 17,1% para R$ 1,25 bilhão, devido à redução na base de alunos e do tíquete médio do ensino presencial da Kroton.

 

Deixe um comentário