ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Como a Goldman Sachs vê a vacina sendo entregue aos americanos no próximo ano

LinkedIn

Na quinta-feira (12), a equipe de pesquisa econômica da Goldman Sachs estabeleceu um cronograma para a imunização em massa com uma vacina bem-sucedida, que incluiu muitos indivíduos de alto risco recebendo suas vacinas durante o primeiro trimestre.

A aprovação da vacina Covid-19 até o final do ano deve fazer com que grande parte dos Estados Unidos seja vacinada durante o primeiro semestre de 2021, de acordo com a empresa.

“Embora o caminho à frente seja provavelmente acidentado, esperamos que a imunização em massa conclua amplamente o processo de reabertura e desencadeie uma reaceleração na próxima primavera, que deixará o crescimento do ano inteiro bem acima das expectativas”, disse Goldman em nota aos clientes.

A empresa estimou que as primeiras 45 milhões de vacinas iriam para os indivíduos de maior risco nos primeiros três meses do ano. Outros americanos mais velhos e com comorbidades começariam a ser vacinados em abril, com o restante da população, inclusive os mais jovens, sendo vacinados em maio e junho.

CapturadeTela2020-11-13às16.17.34
Goldman Sachs

A vacina candidata que parece mais próxima da aprovação é aquela desenvolvida pela Pfizer e BioNTech, sendo que as empresas disseram que parecia ser mais de 90% eficaz em um teste de fase três. Essa vacina, como outras candidatas importantes, requer duas doses espaçadas para ser eficaz.

Segundo a CNBC, a Pfizer disse que planeja solicitar autorização de uso emergencial junto à Food and Drug Administration no final deste mês. O governo dos Estados Unidos já concordou em comprar 100 milhões de doses da vacina por quase US$ 2 bilhões.

As notícias dos resultados preliminares da vacina Pfizer estimularam uma forte alta nas ações na segunda-feira, com o Dow Jones Industrial Average desfrutando de seu melhor dia em cinco meses.

Deixe um comentário