Cesp não pretende renovar concessão de usina de Paraibuna mas propõe prorrogação por seis meses

LinkedIn

O conselho de administração da Cesp autorizou a diretoria a propor a prorrogação, por seis meses, da concessão da usina hidrelétrica da Paraibuna. A manifestação será apresentada à Aneel, a agência federal responsável pelo setor elétrico.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CESP3) (BOV:CESP5) (BOV:CESP6). Confira o documento na íntegra!

Com a concessão vencendo em 2021, a geradora controlada pelo Estado de São Paulo, contudo, não pretende renovar a concessão de Paraibuna por mais 30 anos. A empresa também comunicará sua decisão à Aneel.

A empresa também comunica que não tem valores devidos sobre risco hidrológico, com exigibilidade suspensa no âmbito da liquidação financeira da CCEE – Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, sendo que a opção pela repactuação não depende de desembolso de caixa ou de qualquer pagamento de prêmio pela Companhia.

A CESP – Companhia Energética de São Paulo atua no setor elétrico e possui três usinas de geração hidrelétrica que operam no regime de preço. A empresa  possui valor de mercado de R$ 9,7 bilhões. Confira a Análise completa da empresa com informações exclusivas.

Lucro líquido de R$ 1,728 bilhão em 2020, alta de 49% influenciado pelo reconhecimentos de impostos

A Cesp registrou lucro líquido de R$ 1,728 bilhão em 2020, com alta de 49% sobre o ano anterior. Segundo a empresa, o lucro foi influenciado, principalmente, pelo reconhecimento de imposto de renda e CSLL diferido.

⇒ Confira a agenda completa da divulgação dos resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020. Confira a cobertura completa de todos os balanços referente ao ano de 2020 das empresas negociadas na B3.

 

 

 

Deixe um comentário